Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Agricultores familiares levam alimentos às ilhas do Paraná

Além de fornecer alimentos para a composição dos kits da merenda escolar, associações de produtores da agricultura familiar têm feito com que eles cheguem aos lugares mais difíceis. Nesta quarta-feira (06), mais uma remessa foi entregue em ilhas do litoral paranaense e em comunidades indígenas, atividade renovada a cada 15 ou 20 dias.

“O esforço de todos, tanto do poder público quanto da iniciativa privada, é para não deixar de atender os programas sociais e até mesmo integrar outras pessoas e famílias que estão em situação de absoluta necessidade em iniciativas que lhes garantam alimentação, ainda que estejam em locais distantes, como as ilhas”, disse o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

LOGÍSTICA – A entrega dos kits passou a exigir uma nova logística da Associação de Pequenos Produtores Rurais e Artesanais de Antonina (Aspran), que congrega 74 produtores e atende comunidades do Litoral há dois anos.

Com um caminhão alugado, os produtos são levados até Guaraqueçaba, deixando pelo caminho os destinados a escolas do continente, entre elas a da Aldeia Kuaray Guatapará.

Em Guaraqueçaba, aonde o caminhão chega depois de cerca de oito horas de estrada, um barqueiro contratado pela associação aguarda os alimentos. Separados em duas embarcações, seguem para as cinco ilhas atendidas pela Aspran: Peças, Rasa, Superagui, Jorge Dias e Ismael Chagas de Tibicanga.

QUALIDADE BOA – ?Os alimentos entregues pela agricultura familiar chegam com qualidade muito boa?, afirmou o diretor do Colégio Estadual do Campo Ilha Rasa, Angelo Fernandes.

No estabelecimento que ele dirige são beneficiados 107 estudantes. ?Os moradores das comunidades atendidas pelo colégio são, em sua maioria, pescadores artesanais e essa merenda é de grande valia?, disse. Depois de receber os produtos, ele conta com uma equipe para fazer a seleção e preparar os kits.

APOIO – Em Guaraqueçaba e em todo o Litoral, servidores do Sistema da Agricultura do Paraná dão o suporte para as associações com orientações técnicas em relação à produção e ajudando na viabilização das entregas aos programas sociais, como no caso das ilhas. ?O apoio é muito importante?, afirmou a presidente da Aspran, Luciana de Souza.

Segundo ela, são necessários cerca de 20 dias para programar e acertar a entrega às comunidades das ilhas, responsabilidade contratual da entidade. ?Tivemos muitas dificuldades para chegar a esse resultado, mas conseguimos com sucesso?, comemorou.

A entrega dos kits de merenda foi garantida pelo Governo do Estado, por meio do Decreto 4316/2020, de 21 de março, apesar de as aulas presenciais estarem suspensas devido à pandemia do novo coronavírus.

AEN

 

TOPO