Setembro
Núcleo 09
Agosto Azul
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Aos 69 anos falece pastor Mario Hort da igreja Ecos da Liberdade

Após uma vida dedicada à evangelização, faleceu hoje (9) o pastor Mário Hort, de 69 anos, da Igreja de Deus de Marechal Cândido Rondon.

Por meio de uma linguagem simples, ele difundiu o evangelho e sua história com o trabalho da evangelização em Marechal Cândido Rondon começou em 1973, quando retornou dos estudos na Alemanha ao lado da esposa Natália.

Na época, uma pequena capela de madeira era o palco dos cultos da Igreja de Deus no Brasil.

No entanto, o pastor Mario Hort conseguiu projetar muito mais que uma simples estrutura.

Além do trabalho local, a Igreja de Deus no Brasil de Marechal Cândido Rondon abrange em seu ministério as cidades de Nova Santa Rosa, Maripá e Guaíra, além do trabalho evangelístico das Organizações Ecos da Liberdade.

Departamento interno da Igreja de Deus no Brasil de Marechal Cândido Rondon, as Organizações Ecos da Liberdade servem de extensão para que as ações de rádio e literatura possam se tornar um trabalho internacional.

Após ser acometido por um infarto em 2007 e contrariar diagnósticos médicos que previam um transplante de coração, Mário Hort resolveu alterar um pouco a rota de sua trajetória.

Deus fechou uma porta para me redirecionar para outra missão: a escrita, afirmou na época.

Entendo que o maior legado que eu posso deixar são os 145 temas escritos que estão disponíveis para serem lidos e reimpressos, destacou o religioso.

Em busca de informações e sede de conhecimento, Hort viajou para dezenas de países com a missão de entrevistar pessoas e pesquisar sobre o cristianismo nesses locais e regiões.

Sua trajetória foi encerrada durante a madrugada de hoje.

O Pastor Mario Hort, de 69 anos, faleceu em sua residência, em Marechal Cândido Rondon.

Como ele tinha problemas cardíacos, possivelmente sua morte foi motivada por um infarto.

Mario Hort, deixa a esposa Natália e quatro filhos.

Os atos fúnebres acontecem no auditório Ecos da Liberdade de Marechal Cândido Rondon.

O sepultamento será amanhã, após celebração religiosa programada para as 9 horas.

Com informação da educadora

TOPO