Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Após 9 dias, mulher picada por jararaca em cachoeira no MT deixa UTI

Após 9 dias internada na UTI do Hospital Albert Eintein, em São Paulo, Dieynne Saugo, de 33 anos, que foi picada por uma cobra jararaca em uma cachoeira de Nobres (a 151 km de Cuiabá-MT), foi transferida para a unidade semi-intensiva.

Em publicação no Instagram, a mulher agradeceu as orações após o ‘susto’ e diz que ‘já se sente vitoriosa’.

Dieynne sofreu o acidente no último dia 30 de agosto. Ao todo, a médica levou 3 picadas na região do pescoço, que comprometeram sua respiração devido ao inchaço. Após ficar uma semana internada em estado grave, precisou ser transferida para a capital paulista no dia 3 de setembro.

No hospital, a médica ainda foi submetida ao teste de Covid-19, que resultou em diagnóstico positivo. Com 70% das vias aéreas comprometidas, ela foi submetida a uma traqueostomia (pequeno corte de abertura na traqueia), para auxiliar na respiração.

Relembre o caso

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o momento em que a cobra despenca do alto de uma cachoeira em Nobres (interior do Mato Grosso) e atinge um grupo de banhistas que estavam na água.

A gravação capta o exato momento em que Dieynne é atingida. Os amigos ao redor da mulher chegam a gritar de desespero e pedir ajuda.

A médica segue internada, em recuperação e ainda com dificuldade de falar, por conta do procedimento na traqueia, mas agradeceu o apoio dos seguidores. “Continuem orando por mim!”, afirmou.

Com informações do Portal GMC e CGN

TOPO