Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Aumento dos casos de coronavírus pode provocar novas restrições em Marechal Rondon

Não está descartada a possibilidade do comercio de Marechal Rondon sofrer com novas restrições, incluindo o fechamento do comercio, diante do expressivo aumento de casos de covid-19.

O município está com 61 casos ativos, incluindo seis pacientes que estão internados em UTI – quatro casos confirmados e dois suspeitos, o que tem preocupado diversos segmentos da sociedade.

Há também pacientes internados na UPA e no Hospital Municipal Cruzatti.

Como é de praxe, todas às quarta-feiras acontece reunião do COE – Centro de Operações Emergenciais de Marechal Rondon, criado especificamente para discutir e tomar decisões relacionadas ao coronavírus.

Ate agora, não houve uma divulgação do resultado do encontro de ontem, se houve novas decisões, se novas restrições deverão ou não ser anunciadas, implicando principalmente o funcionamento do comercio.

Desde o inicio da pandemia, houve restrições que atingiram todos os segmentos do comercio e indústria, e com a dimunição dos casos, o funcionamento foi sendo retomado.

Ate foi cogitada a possibilidade, de que no final deste mês de setembro seria desativado o Hospital de Campanha, montado no Centro de Eventos de Marechal Rondon para atender pacientes específicos do coronavírus, devido ate então, a não utilização da estrutura relacionada ao baixo registro de casos da doença no município.

Diante do novo aumento de casos é esperado um novo anuncio do COE, trazendo novas medidas que deverão, ser publicas em decreto, e cumpridas pela população.

Por sua vez, a Associação Comercial e Empresarial de Marechal Rondon intensificou um trabalho de conscientização, principalmente das medidas preventivas uma vez que houve descuido da população, conforme explica o presidente da Acimacar, Ricardo Leites de Oliveira.

Uma nova reunião do COE – Centro de Operações Emergenciais de Marechal Rondon foi programada para amanha à tarde, para avaliação dos números do covid e definição de novas medidas.

Com informacão da Radio Difusora

TOPO