Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
IPTU
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Caminhoneiro que contraiu Covid-19 é liberado do Hospital com grande emoção

O caminhoneiro, de 53 anos, será uma das boas histórias de superação contadas nesta pandemia, que tem abreviado tantas vidas, recebeu alta médica do Hospital de Foz do Iguaçu na noite de sexta-feira (8) onde permaneceu internado por 17 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Depois de vencer um dos vírus mais mortais do século, ele agora retorna ao convívio familiar.

Na saída do hospital, sob aplausos da equipe que cuidou dele neste período, Zapani disse estar feliz e agradecido pelo atendimento que recebeu. “Eu só tenho a agradecer ao Papai do Céu, por ter sido internado aqui, onde fui muito bem tratado. É uma doença em que eu não acreditava que seria desse jeito. Mas ela mata mesmo”, comentou, sob a forte emoção do momento.

Quando procurou o hospital, Valdir relatou que os sintomas começaram após o retorno de uma viagem ao Rio de Janeiro, onde provavelmente contraiu o vírus. Ele apresentava os sintomas característicos da Covid-19, tosse, febre, sensação de falta de ar e dispneia.

Após receber a notícia da alta do esposo, Adriani Zapani, que também contraiu a doença e se recuperou em casa, falou dos momentos de angústia que viveu nestes dias e da emoção por tudo ter terminado bem. “Nós estamos muito felizes. Foram 19 dias de muito sofrimento. A gente sofria junto com ele, mas agora, graças a Deus, está tudo bem”, disse.

Adriani agradeceu também a equipe da Saúde do Município, que tem prestado todo o atendimento a família acometida pela Covid-19. “A gente não tem palavras para agradecer o que vocês têm feito por nós. Vocês são anjos na vida da gente, que Deus enviou para estar cuidando de nós, quando a gente precisava”, disse.

A secretária de Saúde, Silvia Franceschini, informa que no próximo dia 11, toda a família receberá alta da quarentena. “Não é necessariamente uma alta médica”, disse. “O Valdir vai ter que passar ainda por uma nova avaliação”, afirmou.

Outra boa notícia é que todos da família estão apresentando boas condições de saúde, inclusive os pais do Valdir, de 71 e 78 anos. A recuperação dos idosos, que são hipertensos, é outra ótima história de superação e vitória sobre o vírus.

 

TOPO