Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Campanha de vacinação contra a gripe será retomada neste sábado em três locais diferentes em Marechal Rondon

Em pouco mais de uma hora, do primeiro dia de vacinação contra a gripe em Marechal Rondon, que foi na quarta-feira, dia 25, todas as doses acabaram, devido à grande procura. Neste sábado, dia 28, haverá novamente a vacinação, sendo em tendas colocadas em três locais diferentes das 8h às 14h: nas praças da Igreja Católica e das três igrejas e em frente à casa cultural (localizada no parque de exposições).

 

De acordo com a coordenadora de atenção primária, Raquel Rech, as vacinas deverão chegar nesta sexta-feira, dia 27, porém, foi optado por retornar com a campanha apenas no sábado, com horário estendido em três locais diferentes, de modo a otimizar a quantidade de vacinas. Ela lembra que as vacinas são limitadas, conforme o envio da 20ª Regional de Saúde para cada município.

 

Segundo a secretária de Saúde, Marciane Specht, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha, de abril para março, para proteger de forma antecipada os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe. “Temos que lembrar que a vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, auxiliará os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos”, explica.

 

Marciane completa que nesta época de pandemia do coronavírus, a antecipação da vacina da influenza ajuda a reduzir a morbimortalidade desta doença que também é preocupante.

 

DEMAIS ETAPAS

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril, com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A última fase, que começa no dia 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

 

SUSPENSAS

A secretária Marciane lembra que até o dia 16 de abril, a partir de uma norma técnica da Secretaria de Saúde do Paraná, as vacinas de rotina para as crianças estarão suspensas, para que fiquem em casa e não corram o risco de contrair o coronavírus.

 

TOPO