Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Cancelli recebe agentes de endemias em ação de combate à dengue

Cascavel tem travado uma verdadeira batalha contra a dengue, porém os últimos números divulgados no município não são animadores.

O município bateu o recorde histórico de casos confirmados da doença, o que preocupa – principalmente nesta fase em que “lutamos” contra outro inimigo, a Covid-19.

Nesta quinta-feira (7) agentes de endemias realizam vistoria no Bairro Cancelli. Ao todo, 50 agentes visitarão residências para orientar a população e alertar sobre os riscos.

NÚMERO DE CASOS
De acordo com o novo Boletim Epidemiológico da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), referente ao período de julho de 2019 até terça-feira (5), Cascavel apresentou o total de 3.610 casos confirmados da doença. O número é um recorde histórico, desde a década de 90.

MORTES
Em Cascavel, já são três óbitos confirmados pela doença. As vítimas foram um jovem de 21 anos, uma senhora de 60 anos e um homem de 81 anos. Neste novo boletim, a dengue se revelou mais uma vez fatal, a Vigilância Epidemiológica está investigando três mortes suspeitas por dengue, em todos os casos os pacientes tinham sinais alarme e também comorbidades.

No dia 02 de maio, uma senhora de 66 anos morreu num hospital privado credenciado ao SUS, ela era moradora do Cancelli. Já no dia 28 de abril, outra senhora de 66 anos faleceu, num hospital da rede privada, ela era moradora do Colmeia. E no dia 29 de abril, ocorreu o falecimento de um senhor de 65 anos, na UPA Tancredo, ele era morador do bairro Universitário. Todos os casos foram encaminhados para o Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná), em Curitiba.

Com informação da Catve

TOPO