Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Centenas de pessoas estarão mobilizadas para o arrastão neste sábado em Marechal Rondon

Neste sábado (15), haverá mais um arrastão contra a dengue, desta vez, nos bairros Augusto I e II, Primavera, Higienópolis I e II, São Mateus, Barcelona e arredores. A ação promete mobilizar centenas de pessoas, entre servidores efetivos e comissionais, secretários municipais, clubes de serviços e entidades diversas.

 

De acordo com a secretária de Saúde, Marciane Specht, até esta sexta-feira, foram confirmados 98 casos de dengue em Marechal Rondon. Das 169 notificações, 27 foram descartadas e outros 44 casos aguardam o resultado.

 

A ação deste sábado envolverá diversas entidades, como a Prefeitura, Câmara de Vereadores, Sindicomar, SESC, SENAC, Acimacar, Rotary Clube Guarani, Rotary Marechal Cândido Rondon, Lions Clube, Conselho da Mulher Empresária, Polícia Militar e diversos veículos de comunicação.

 

O objetivo do arrastão, organizado pela Secretaria de Saúde, por meio do Setor de Endemias, é eliminar todos os possíveis criadouros do mosquito e levar orientações de conscientização para a população.

 

Nos dias que antecedem o arrastão, os moradores dos bairros são orientados a fazerem a limpeza dos terrenos e depositar os objetos inservíveis na via pública, em frente das residências. No sábado, diversos caminhões e máquinas das Secretarias de Viação e Serviços Públicos e Agricultura e Política Ambiental estarão fazendo a coleta dos entulhos.

 

MULTAS

Toda a equipe de endemias trabalha diariamente para eliminar possíveis criadouros do mosquito. Conforme Sérgio Ratke, chefe do Setor de Endemias, em casos recorrentes são aplicadas notificações e, caso o morador do imóvel não regularize a situação em até 48 horas, é multado. O valor varia dependendo do número de focos encontrados, podendo chegar a até R$ 1709,00. Se dentro do período de um ano da primeira notificação, novamente focos forem encontrados, o valor da multa poderá dobrar.

 

SINTOMAS

Se você, rondonense, sentir alguns sintomas como febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo, procure o mais rápido possível a unidade de saúde mais próxima de sua residência ou então a UPA 24 horas.

 

TOPO