Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Corbélia tem três casos suspeitos de Zika Vírus

Corbélia tem três notificações de Zika Vírus. Uma jovem de 20 anos e uma gestante de 33 semanas seguem em investigação.

O terceiro caso suspeito aguarda resultado de exames de coleta.

No último sábado (22) foi confirmado o primeiro caso da doença no município.

O paciente é um agricultor de 59 anos que mora na área rural da cidade.

Exames laboratoriais confirmaram a contaminação. Resultados foram enviados ao Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná) para confirmar o diagnóstico.

O paciente está em tratamento domiciliar. Ele está bem e estável.

DENGUE EM CORBÉLIA

Em Corbélia já são 327 notificações e 53 casos confirmados de dengue.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, 219 casos seguem em investigação.

A orientação é que a população cuide com acumulo de lixo, evite deixar água parada e em caso de suspeita procure orientação médica.

SOBRE O ZICA VÍRUS E PREOCUPAÇÃO COM AS GESTANTES

O setor de vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Corbélia informa a população e, desta forma chamar a atenção especialmente das gestantes.

A doença pelo vírus Zika, apresenta risco superior a outras arboviroses, como dengue, febre amarela e chikungunya, para o desenvolvimento de complicações neurológicas, como encefalites, Síndrome de Guillain Barré entre outras.

Uma das principais complicações é a microcefalia, Que é a transmissão por via sanguínea da mãe para o filho durante a gravidez. No caso do feto ser infectado durante a gestação, este pode desenvolver lesões cerebrais irreversíveis e ter comprometida, definitivamente, toda a sua estrutura em formação. As doenças neurológicas, especialmente nas crianças com a doença congênita (infectados no útero materno), têm sequelas de intensidade variável, conforme cada caso.

O transmissor (vetor) do Zika Vírus é o mosquito Aedes aegypti.

SINTOMAS

A doença inicia com manchas vermelhas em todo o corpo, olho vermelho, pode causar febre baixa, dores pelo corpo e nas juntas, também de pequena intensidade.

Reforça-se a necessidade do uso de repelentes específicos a cada quatro horas (ou conforme orientação do fabricante) principalmente para as mulheres que estiverem gestantes

Com informação da Catve

TOPO