Setembro
Agosto Azul
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Homem desmaia ao ser atacado por abelhas em Campo Grande

Três pessoas foram atacadas por abelhas na tarde de Quinta-feira (12), ao lado do asilo São João Bosco, no bairro Tiradentes, em Campo Grande, no MS. Um homem desmaiou e outras duas pessoas também sofreram picadas e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros. A rua foi interditada para evitar novos ataques.

O ataque aconteceu na rua Oceania. De acordo com o funcionário de uma revendedora de gás, Maico Rocha, 24 anos, um idoso estava transitando pela via, quando foi atacado pelo enxame e desmaiou. Uma jovem, de aproximadamente 22 anos, que estava a caminho do trabalho em uma bicicleta, também foi picada e gritou por socorro. Maico ouviu os gritos e, ao socorrer a vítima, também foi atacado.

“Um rapaz que estava passando de carro usou o extintor para espantar as abelhas. Eu levei umas oito picadas, a sorte é que não tenho alergia”, disse Rocha ao Correio do Estado.

Colegas de trabalho acionaram os bombeiros, que encaminharam o idoso e a jovem para uma unidade de saúde. Maico foi atendido no local.

O enxame continua na região e, por conta do risco de novos ataques, a rua foi fechada e equipes dos bombeiros permanecem no local. Fumaça [é usada para dispersar os insetos, já que não há colméia na área e as abelhas são migratórias.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, durante a estiagem é comum haver queimadas no cerrado, fazendo com que os enxames sejam desabrigados e, desta forma, ocorre a migração forçada para a área urbana.

Além disso, conforme biólogos, na época de seca também há muito mel estocado, o que faz com que abelhas fiquem mais agressivas e ocorra os ataques.

Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

Com informação do Correio do Estado

TOPO