Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Maio Amarelo: Uso de celular ao volante lidera infrações em Cascavel

Estamos em plena campanha digital do Maio Amarelo e, discutir os riscos de associar o uso do celular enquanto se dirige, é a meta desta semana do movimento que nasceu com foco de conscientizar para preservar a vida no trânsito. O aparelho que une, muitas vezes, pode afastar para sempre, causando acidentes fatais.

Em Cascavel, no primeiro quadrimestre de 2020, 1.849 condutores foram autuados usando o celular ao volante, colocando a infração na liderança no período de janeiro a abril. O ponto positivo é que este número ficou 17% menor do que em igual período do ano passado, quando 2.231 condutores foram multados por uso de celular no trânsito. Essa infração, em 2019, ocupou o segundo lugar no ranking das multas mais cometidas em Cascavel.

No primeiro quadrimestre de 2019, a “conversão proibida” esteve no topo das mais cometidas. Empatada, nos dois anos, está a falta do uso de cinto de segurança, terceira infração mais registrada nas vias do Município.

O que se nota é que neste ano, devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, há um número menor de veículos circulando e, consequentemente, de multas de trânsito. Ainda assim, segundo o encarregado do setor de operações de trânsito da Cettrans/Transitar, Giovani Elias Rogitski, os abusos continuam.

“As pessoas estão preocupadas em evitar o contágio pelo vírus, contudo, insistem nos mesmos erros que matam no trânsito. O celular é uma arma perigosa de distração. Mesmo com ferramentas modernas para viva voz, a concentração é reduzida; ainda assim, muitos não se contentam com isso. É comum flagrar motoristas dirigindo e teclando mensagem de texto, o que é extremamente perigoso, pois o envio de mensagens é capaz de retardar o período de reação do condutor em até 35%, o que está acima da demora provocada pelo álcool, que é 12%”, explica Giovani.

Segundo ele, o tempo que leva para digitar dois algarismos no celular equivale a dois segundos. Isso significa que, num imprevisto, não haverá possibilidade de frear e evitar o risco. “Nada deve ser mais urgente e importante do que preservar a vida enquanto se está dirigindo”, enfatiza Giovani, reforçando a mensagem deste ano do Maio Amarelo: “Perceba o Risco. Proteja a Vida!”, cujas ações presenciais serão realizadas em setembro.

De acordo com o inciso VI do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), dirigir o veículo “utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular” caracteriza infração média. Já o parágrafo único prevê como infração gravíssima no caso do condutor estar segurando ou manuseando o aparelho celular. O valor da multa é de R$ 293,47, além de somar sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). O CTB permite a multa sem abordagem do motorista, apenas com anotação da placa do veículo.

Principais infrações em Cascavel (janeiro a abril)
2019:
Conversão proibida: 2.270
Uso de celular: 2.231
Sem cinto de segurança: 2.047
Licenciamento atrasado: 546
Dirigindo sem CNH: 342
Falta de cadeirinha: 227

2020:
Uso de celular: 1.849
Conversão proibida: 1.263
Sem cinto de segurança: 1.214
Licenciamento atrasado: 343
Dirigindo sem CNH: 244
Falta de cadeirinha: 158

TOPO