Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Primeira-dama de Paim Filho morre, em Passo Fundo, em decorrência da Covid-19

A médica Daniela Zandoná Brezolin, primeira-dama de Paim Filho entre 2017 e 2020, no Norte do estado, morreu no domingo (16) em decorrência da Covid-19. De acordo com a prefeitura, ela estava internada desde o dia 7 de agosto no Hospital de Clínicas de Passo Fundo, no Estado do RS.

Daniela tinha 42 anos e era casada com o prefeito Ediomar Brezolin (PP), que também foi diagnosticado com coronavírus e está afastado temporariamente por motivos médicos.

“Em meio a essa pandemia que nos tirou a sua presença física e que nos impede de nos reunirmos nesse momento, vamos deixar um cantinho junto à Praça da Bandeira, a qual a Dra. Dani cuidou com tanto carinho, para que as pessoas possam deixar ali uma homenagem de gratidão, de amor, de respeito por essa grande pessoa que foi a Dra Dani. Que ela possa encontrar a luz, seguir em paz e continuar cuidando de todos nós lá de cima”, informou, em nota, a prefeitura. (Leia na íntegra mais abaixo)

A presidente da Câmara de Vereadores, Tânia Andrighetti, assumiu interinamente a prefeitura e decretou luto oficial de três dias. Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde informou que o setor público municipal terá ponto facultativo nesta segunda (17), “em respeito ao clima de comoção”.

“Pedimos a todos que respeitem as medidas de segurança para proteção ao coronavírus, evitando principalmente aglomerações”, solicita a prefeitura.

Funcionários do Hospital Santa Terezinha, em Paim Filho, onde ela trabalhava, homenagearam a psiquiatra no começo da noite. Eles rezaram em frente à instituição e cantaram em homenagem a ela, que também era servidora na Unidade Básica de Saúde da cidade.

O município registra, segundo a Secretaria Estadual da Saúde, 66 casos de coronavírus. Esta é a primeira morte associada à Covid-19 na cidade, mas ainda não consta no levantamento estadual.

Nota da Prefeitura de Paim Filho

É com muita tristeza em nossos corações que estamos escrevendo esse texto e pensando em uma forma de prestar nossa última homenagem a querida Dra DANIELA. Em meio a essa pandemia que nos tirou a sua presença física e que nos impede de nos reunirmos nesse momento, vamos deixar um cantinho junto a Praça da Bandeira, a qual a Dra Dani cuidou com tanto carinho, para que as pessoas possam deixar ali uma homenagem de gratidão, de amor, de respeito por essa grande pessoa que foi a Dra Dani. Que ela possa encontrar a luz, seguir em paz e continuar cuidando de todos nós lá de cima.

Pedimos a todos que respeitem as medidas de segurança para proteção ao coronavírus, evitando principalmente aglomerações.

Daniela Zandoná Brezolin era médica em Paim Filho — Foto: Prefeitura de Paim Filho/Divulgação

Daniela Zandoná Brezolin era médica em Paim Filho — Foto: Prefeitura de Paim Filho/Divulgação

 

TOPO