Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Setembro Verde conscientiza sobre importância da doação de órgãos

A Secretaria de Estado da Saúde e o Sistema Estadual de Transplantes celebram o Setembro Verde: mês dedicado ao incentivo e conscientização da importância da doação de órgãos. Atualmente no Paraná, mais de duas mil pessoas aguardam por um transplante.

Dados da ABTO (Associação Brasileira de Transplante de Órgãos) mostram que o Paraná mantém a liderança nacional em doações no primeiro semestre deste ano. O Estado atingiu a marca de 44,1 doações pmp (por milhão de população), acima dos demais estados e da média nacional que fechou em 15,8 doações pmp.

De janeiro a junho de 2020, foram 558 notificações de potenciais doadores e 252 doações, que corresponderam a 385 transplantes de órgãos. Além disso, o Estado se mantém no topo da lista em transplantes renais e em segundo lugar em transplantes de fígado, com uma média de 45,7 e 19,2 pmp, respectivamente.

“Aceitar doar os órgãos de um ente querido pode ser muito difícil, mas é um gesto que salva muitas vidas. Uma única pessoa sendo doadora pode possibilitar até dez transplantes, ou seja, são dez vidas sendo salvas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Segundo a coordenadora do Sistema Estadual de Transplantes, Arlene Terezinha Cagol Garcia Badoch, o Paraná proporcionalmente é o Estado que mais tem doações de órgãos e também o que tem a menor recusa familiar na doação. “É importante falar sobre isso porque estatisticamente todos nós temos cinco vezes mais chances de precisar de um órgão do que de efetivamente encontrarmos um doador”, afirmou.

Foto: Gustavo Pontes/AEN-PR
Com informação AEN-PR
TOPO