Agosto Azul Marechal
Agosto Azul
núcleo 2
Nucleo
Dengue Mercedes julho
Banner Yamaha
IPTU
Banner Dengue Pato Bragado
Entre Rios
FarmaVidda
Cotidiano

Vereador Arion cobra ampliação do atendimento cardiológico na Saúde pública em Marechal Rondon

Em requerimento apresentado junto à Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon no final do último mês, o vereador Arion Nasihgil solicitou diversas informações do Poder Executivo acerca do atendimento médico oferecido pela municipalidade no setor de cardiologia.

Para Arion, os números verificados no Portal da Transparência do município são bastante preocupantes, tendo em vista que, no dia em que apresentou o pedido, haviam 247 cidadãos rondonenses na fila aguardando por uma consulta cardiológica, com um tempo de espera médio para atendimento de 133 dias.

De acordo com o vereador, ainda mais preocupante são as filas para a realização de exames e procedimentos como o eletrocardiograma, onde na data do pedido, haviam 522 pacientes aguardando, com um prazo médio de atendimento de 140 dias. Outros exames, segundo ele, também possuem um número elevado de pessoas na fila, como a ecocardiografia transtorácica.

Diante deste quadro, além dos pedidos de informações, que visam fiscalizar o atendimento neste setor, solicitações foram feitas pelo edil à administração municipal, dentre as quais a pronta contratação de novos médicos cardiologistas, seja por processo licitatório ou por concurso público, tendo em vista a alta demanda e a crucial importância desta especialidade para a saúde dos rondonenses.

“Costumo dizer que a saúde não pode esperar. Quando falamos em cardiologia, a agilidade no atendimento é ainda mais necessária, eis que estamos diante de uma especialidade que cuida do mais vital órgão do corpo humano. Aguardar diversos meses por uma primeira consulta ou para a realização de um exame essencial é incompatível com a urgência que os pacientes deste setor muitas vezes têm. Precisamos de providências, como a contratação de mais profissionais ou a viabilização de um maior número de consultas e procedimentos através dos consórcios existentes”, afirma Arion.

De acordo com a administração municipal, existe uma única clínica contratada pelo município de Marechal Cândido Rondon para atendimento cardiológico, a qual oferece até 60 primeiras consultas por mês, podendo chegar a 150 consultas e retornos. Outras 24 consultas são disponibilizadas mensalmente através do Ciscopar. Para o vereador, este número é absolutamente insuficiente para atender a demanda existente. Entretanto, segundo o Executivo Municipal, não há previsão para contratação de novos serviços em cardiologia, visto que a Secretaria Municipal de Saúde entende que hoje a demanda não é tão expressiva quanto no início da atual gestão.

“Temos apenas um médico atendendo na cardiologia, e mais um único prestando serviços através do Ciscopar, para um leque de mais de 50 mil rondonenses. Considerando o alto número de pessoas que precisam de atendimento nesta especialidade, conforme informações anteriormente repassadas, e a importância fundamental deste setor, não restam dúvidas de que é preciso ampliar o atendimento, sendo inaceitável o argumento de que a demanda já foi mais expressiva e que hoje está tudo resolvido”, critica Arion, que reafirma a necessidade de melhorias no setor.

TOPO