Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Volume de soja exportado pelo Paraná já supera o total de 2019

O volume de soja embarcado pelo Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá nos últimos oito meses já supera em 5,1% o total exportado no ano de 2019. De janeiro a agosto, foram quase 11,15 milhões de toneladas exportadas do grão. No ano passado inteiro, de janeiro a dezembro, foram pouco mais de 10,6 milhões de toneladas da oleaginosa embarcadas pelo complexo.

Considerando todos os graneis movimentados, o volume chegou a cerca de 14,9 milhões de toneladas de soja, farelo e milho. Faltando ainda quatro meses para o fechamento do ano, o corredor já movimentou quase 74% do volume total registrado em 2019 – 20,2 milhões de toneladas. Nos oito primeiros meses de 2019, o complexo paranaense exportou em torno de 13,9 milhões de toneladas de granéis sólidos – soja, farelo e milho. No mesmo período, em 2020, foram 14,9 milhões de toneladas – aumento de 7%.

A alta registrada no volume de soja exportado pelo Porto de Paranaguá, de janeiro a agosto, na comparação de 2020 e 2019, impressiona. Este ano, com as quase 11,15 milhões de toneladas, o total de soja em grão embarcado pelo corredor é 52,63% maior que as 7,3 milhões de toneladas do ano passado.

As exportações do farelo de soja nesses oito meses também estão maiores. Com quase 3,2 milhões de toneladas do produto movimentadas pelo corredor este ano, o volume está 10,3% superior que no ano passado, no período, com pouco mais de 2,9 milhões de toneladas.

O principal destino da soja em grãos é a China (91%), com outros 14 países comprando 10% do produto que sai via Paranaguá. Em relação ao farelo de soja, 23% é enviado para Holanda, 18% para França e 13% para Coreia do Sul. O restante é destinado para outros 15 países.

MILHO
O volume de milho embarcado, aos poucos, começa a crescer, principalmente pela chegada da nova safra. Porém, na comparação do acumulado de 2020 com 2019 ainda apresenta queda. Este ano, apenas 546.334 toneladas do produto foram exportadas pelo Corredor do Porto de Paranaguá. Em 2019, de janeiro a agosto, foram mais de 3,7 milhões de toneladas do produto embarcadas.

Como explicam os operadores do complexo, a queda de mais de 85% se justifica pelo desempenho atípico do milho no mercado em 2019. Este ano, porém, a soja é que ganhou mais espaço.

Segundo o último boletim Deral (Departamento de Economia Rural), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, aproximadamente 67% das lavouras de milho da segunda safra 2019/20 já foram colhidas e 59% da produção total esperada – 11,7 milhões de toneladas – já estão vendidas.

Foto: Nájia Furlan/AEN-PR
AEN-PR
TOPO