Setembro
Núcleo 09
Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Esportes

Cascavel também é punido pela Federação Paranaense de futsal

Show
No início da noite desta terça-feira (17), foi a vez do Cascavel Futsal ser notificado pela Federação Paranaense de Futsal.

Assim como aconteceu com Foz e Guarapuava, a equipe foi punida pela entidade com multa no valor de 10 mil reais e suspensão.

O time de Siqueira Campos também recebeu a punição. As duas equipes se enfrentaram nesta segunda-feira (16), pela Copa da LFP.

Desde que teve início da disputa organizada pela Liga Futsal Paraná, a Federação Paranaense tem punido as equipes que disputam a competição.

A entidade alega que apenas ela tem direito a gerir o futsal no estado e os clubes devem participar apenas de competições organizadas pela FPFS.

Baseado nisso encaminhou aos diretores do Foz Cataratas e o Guarapuava os comunicados com as punições, já porque entraram em quadra pela Liga Futsal Paraná na última quinta ?feira no Joaquim Prestes.

O trecho ressalta a aplicação de multa de R$ 10 mil reais cada um, que devem ser pagos em até 48 horas, além de suspensão. O Grupo Gestor do Guarapuava que disputa a Prata divulgou nota sobre a atitude da Federação.

Nela, o clube cita os motivos que fizeram participar da Liga, entre eles transparência, calendário e menos custos.
O texto ainda afirma que os clubes estão bem amparados pela comissão jurídica da Liga Paraná.

Já o presidente do Foz Adélio Demeterko, afirmou que os clubes se amparam na Lei Pelé para exercer o direito de disputar uma nova competição e que não pretende desfiliar da FPFS, deixando claro que o time quer continuar disputando a Série Ouro.

A diretoria do Foz se pronunciou através de nota a respeito da punição.

Segundo o texto publicado pelo time da fronteira, a decisão, ainda depende de ratificação pelo Tribunal de Justiça Desportiva para ter eficácia.

“Em respeito aos nossos torcedores, patrocinadores, parceiros, imprensa e amantes do esporte, informamos que o FOZ CATARATAS irá questionar, no momento oportuno, o conteúdo da ilegal e arbitrária decisão, tomando todas as providências legais de estilo”, consta o texto que ressalta ainda o artigo 20 da Lei n° 9.615/98, mais conhecida como ?Lei Pelé?.

Assim como o Grupo Gestor do Guarapuava, a diretoria do Foz listou ainda os motivos importantes que fizeram com que a equipe ingressasse na competição LFP.

A entidade também informou que o jogo da Série Ouro entre Foz e Pato, marcada para esta quarta-feira (18), no Ginásio Costa Cavalcanti não vai ser realizado .

Consultamos o advogado Celso Guerra júnior, especialista em direito desportivo, que analisou os documentos e ?juridicamente, afirma que se a liga foi regularmente criada, com estatutos devidamente registrados em cartório, é válida e é uma faculdade dos clubes participar de ambos campeonatos?

A Copa organizada pela Liga Futsal Paraná reúne 16 equipes do Paraná: 6 disputam a Liga Nacional e Estadual, 3 participam do estadual Ouro, 5 clubes da Série Prata e 2 da Série Bronze. Os times se enfrentam em ida e volta, no sistema mata-mata.

Confira o documento

Redação Catve.com

TOPO