Setembro
Núcleo 09
Dengue Pato
Bike Refran
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Esportes

Com um a mais, São Paulo vence o Avaí no Morumbi e entra no G4 do Brasileirão

O São Paulo derrotou o Avaí por 1 a 0, neste domingo (20), no Morumbi, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Arboleda marcou o gol da vitória no início do segundo tempo. O time de Fernando Diniz atuou quase toda a partida com um jogador a mais, depois que Brenner foi expulso ainda na etapa inicial.

O resultado leva o São Paulo aos 46 pontos, na quarta colocação, superando o rival Corinthians (44) na classificação, posto que não ocupava desde a 16ª rodada e, por ora, garantindo uma vaga diretamente na fase de grupos da Copa Libertadores, sem precisar disputar as etapas preliminares.

Foi a 12ª vitória do São Paulo no Brasileirão, a sétima como mandante. Com a derrota o Avaí permanece com 19 pontos, na penúltima colocação, 11 pontos atrás do Cruzeiro, 16º colocado, e primeiro clube fora da zona do rebaixamento. Na 28ª rodada, o São Paulo receberá o Atlético-MG, domingo, novamente, no Morumbi. No mesmo dia, o Avaí tenta a reabilitação contra o Palmeiras, na Ressacada.

O JOGO – A presença de grandes ídolos de diferentes gerações no gramado do Morumbi antes do início do confronto não inspirou o time do São Paulo em campo. Antes da partida, o lateral Cafu recebeu uma placa comemorativa pelos 30 anos da sua estreia no clube, evento que contou com a participação de Kaká, Lugano e Raí.

Com a bola rolando, o São Paulo fez um primeiro tempo fraco e terminou vaiado por parte da torcida no Morumbi. Com uma posse de bola amplamente superior (78%) ao adversário, o time de Fernando Diniz empurrou o Avaí em seu campo de defesa, mas não conseguiu superar a retranca do adversário.

Para aumentar a insatisfação da torcida, o Avaí atuou boa parte do primeiro tempo com um jogador a menos, depois que Brenner foi expulso aos 22 minutos, por entrada violenta em Bruno Alves, em um lance que teve a interferência do árbitro de vídeo na aplicação do cartão vermelho.

Passes, muitos cruzamentos à área, poucas conclusões perigosas ao gol. A única chance criada pelo São Paulo aconteceu apenas aos 36 minutos, depois que Antony cruzou para a área, Vitor Bueno escorou de cabeça, mas Vladimir saiu do gol e se antecipou à conclusão de Alexandre Pato.

No início do segundo tempo, o São Paulo foi outro time. Rápido, dinâmico, ofensivo. No intervalo técnico Fernando Diniz colocou em campo Igor Gomes e sacou o zagueiro Bruno Alves, na medida que o adversário, que já não atacava, perdeu seu atacante expulso. A alteração e a postura dos jogadores mudou a história do jogo e em poucos minutos o São Paulo chegou ao gol.

A primeira chance aconteceu aos quatro minutos. Igor Gomes lançou Antony pela direita, ele entrou na área e rolou para Alexandre Pato, livre de marcação e sem goleiro à frente, chutar pela linha de fundo, para desespero da torcida e do próprio jogador com a oportunidade desperdiçada.

No lance seguinte, o São Paulo abriu o placar. Daniel Alves cobrou escanteio, Arboleda subiu mais que a zaga do Avaí e cabeceou no canto esquerdo de Vladimir. A bola ainda tocou na trave antes de balançar as redes. Foi o sexto gol do zagueiro equatoriano pelo São Paulo. Contra o Avaí ele completou seu centésimo jogo pelo clube.

Aos 12, Alexandre Pato chegou a marcar o seu gol, mas o árbitro anulou corretamente, anotando a posição de impedimento do atacante. Após os 15 minutos, o ritmo da partida caiu novamente e repetiu o panorama da primeira etapa. O Avaí com todos os jogadores no campo de defesa, protegendo a sua área, e o São Paulo, com posse de bola superior, mas sem encontrar espaços, tocando a bola sem objetividade.

O São Paulo só voltaria a levar perigo real aos 33. Após tabelar com Vitor Bueno, Pato finalizou e obrigou Vladimir a praticar grande defesa. No final do jogo, Alexandre Pato acabou substituído e recebeu um misto de aplausos e vaias dos torcedores, que não perdoaram a oportunidade desperdiçada, sem goleiro, no início da segunda etapa.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 x 0 AVAÍ

SÃO PAULO – iago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves (Igor Gomes), Arboleda e Léo; Luan, Tchê Tchê e Liziero (Hernanes); Antony, Alexandre Pato (Raniel) e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz

AVAÍ – Vladimir; Lourenço, Ricardo, Betão e Paulinho (Julinho); Luanderson, Richard Franco e Matheus Barbosa (Marquinhos Silva); Luan Pereira (Douglas), Brenner e Vinícius Araújo. Técnico: Evando Camillato.

GOL – Arboleda, aos cinco minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA)

CARTÕES AMARELOS – Bruno Alves, Daniel Alves, Luan, Antony, Julinho e Richard Franco.

CARTÃO VERMELHO – Brenner.

REBDA – R$ 714,527,00.

PÚBLICO – 20.763 pagantes.

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Com informação da CGN

TOPO