Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Acusado de matar, assar e comer cachorro é solto pela Justiça

Poucas horas após ser liberado, foi preso novamente com carro furtado.

O Delegado Matheus Laiola da Delegacia de Meio Ambiente de Curitiba, desabafou nas redes sociais no último sábado (15) sobre o caso do homem que foi preso acusado de matar, assar e comer um cachorro. O crime repercutiu em todo o país.

No início do mês, o delegado à frente das investigações, prendeu o homem acusado de cometer maus-tratos contra animais. Nas imagens, flagradas por câmeras de monitoramento de estabelecimentos e casas na região do Bairro Alto Boqueirão em Curitiba, o homem foi visto carregando o animal morto até a residência.

Após um pouco menos de 10 dias em cárcere privado, ele foi solto, e responde pelo crime em liberdade.

O Delegado Matheus Laiola, publicou a indignação nas redes sociais, já que poucas horas após ser liberado, o jovem foi novamente preso, mas desta vez com um carro furtado.

Confira na íntegra
“É muita impunidade!!!!
O criminoso matou um cachorro, assou, colocou sal e limão, e depois comeu. E ele não parou por aí. Ele tinha um pássaro e ele queria beber o sangue dele.

Sabem o que ele fez?! Decapitou o pássaro e bebeu o sangue do animal.

Prendemos ele e na Delegacia ele quis matar e comer nossos gansos que ficam no nosso quintal. Na minha sala, ele tentou me subornar (gravei tudo). E prendemos ele por corrupção e maus-tratos.

Porém, a Justiça disse a prisão preventiva era inadequada e que não os crimes eram pouco graves. E ele foi solto.

Depois de poucas horas na rua, ele foi preso de novo – agora porque estava com um carro furtado.

Bem provável que daqui a pouco ele esteja solto novamente. Até quando vamos ficar enxugando gelo??”

RELEMBRE O CRIME

Com informação da Catve.com

TOPO