Setembro
Núcleo 09
Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Prefeitura de Entre Rios do Oeste
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Mantida prisão de acusado de matar mãe e filha em Cascavel

Show
O acusado de matar mãe e filha em Cascavel passou pela primeira audiência de custódia no Fórum nesta sexta-feira (13) e o juiz manteve a prisão preventiva.

O homem de 25 anos é apontado como o autor do duplo feminicídio que vitimou Silvia Caroline França, de 25 anos, e a filha, Ana Lis França, de nove meses. Os corpos foram encontrados na quarta-feira (11) em uma quitinete na Avenida Carlos Gomes.

O advogado de defesa, Ismael Kalil, acompanhou a audiência de custódia. Segundo ele, a audiência teve por objetivo questionar o acusado em relação à legalidade da prisão, analisando se houve violência. “Como não teve nada em relação ao mérito da prisão, o juiz manteve a prisão e ele continua preso preventivamente no decorrer do processo até que um fato novo sobrevenha nos autos”, diz.

Ao advogado, o réu já teria confessado que cometeu o crime, porém, Kalil alega que não pode revelar detalhes da ação. “Neste momento não se trata do mérito da ação. Questões processuais relativas aos méritos dos fatos serão discorridas no decorrer do processo. De forma indireta ele confessou, mas a defesa não está buscando impunidade. Ele vai pagar pelos crimes que cometeu, sem abuso e nenhum excesso”, ressalta Kalil.

O acusado continua preso na Cadeia Pública de Cascavel, mas em breve pode ser transferido para a PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel) ou para a PIC (Penitenciária Industrial de Cascavel), que são locais mais adequados para a custódia.

O advogado deve entrar agora com um pedido para que o acusado seja submetido a exames que avaliem sua sanidade mental. “Uma vez comprovado ele fica em tratamento no complexo penal em Piraquara. Senão, ele vai responder o processo e certamente irá a júri popular nessa situação”, finaliza.

Com informação da Catve.com

TOPO