Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Policial

Suspeito de matar a esposa em Lindoeste admite que cometeu crime por ciúmes

O esposo de 34 anos, acusado de matar Sandra Nobre dos Santos também de 34 anos se entregou à Polícia Civil na noite de terça-feira (13), nove dias após o crime. 

A delegada responsável pelo inquérito de investigação, Anna Karine Palodetto, informou que ele contou o crime com riqueza de detalhes e que as informações repassadas pelo acusado, são as mesmas dos depoimentos das testemunhas.”O motivo do crime foi ciúmes, ele desconfiava que a mulher estava saindo com outra pessoa, iniciou a discussão e então acabou disparando contra a esposa na frente dos filhos”, descreve.

Sandra estava em casa com os quatro filhos e com o bebê de um ano no colo quando houve a discussão com o marido e ele disparou com o revólver calibre 38, assassinando a companheira em frente aos filhos. Sandra foi atingida com dois tiros, um que acertou a cabeça e outro o peito. A filha mais velha, a adolescente de 15 anos, tentou impedir o crime e teve uma fratura na mão.

Na casa da família onde o crime aconteceu, a polícia encontrou uma arma calibre 22 que não foi utilizado no crime. O revólver calibre 38, segundo o preso, foi perdido durante a fuga e que ele teria comprado 40 dias antes da morte da esposa.

Sandra em algumas oportunidades registrou agressões sofridas, o último foi feito em 2015, mas de acordo com a delegada, a mulher retirava as queixas, impossibilitando investigação criminal contra o marido.

O preso tem 34 anos e vai responder por feminicídio e a pena pode aumentar em até 50% porque o crime foi cometido na frente dos filhos. Feminicídio – crime contra gênero tem pena prevista de até 30 anos de prisão. Ele segue na carceragem da 15ª SDP (Subdivisão Policial).

com informações da catve
TOPO