Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Política

Câmara aprova doação de terreno para Condomínio dos Idosos no Bairro Esmeralda

Está definido o local para o futuro Condomínio dos Idosos, que será construído pelo Governo do Estado.

A Câmara de Vereadores autorizou a doação de um terreno no Bairro Esmeralda. E uma proposta de avaliação e premiação de alunos na rede municipal com bom desempenho dividiu a Casa de Leis.

No dia 25 de outubro o governo do Estado anunciou que Cascavel estava incluída na lista de 14 cidades que vão receber o Condomínio dos Idosos chamado de Programa Viver Mais.

E hoje a Câmara aprovou a doação do terreno onde serão construídas as 40 casas do conjunto Habitacional.

O terreno fica no Bairro Esmeralda entre as Ruas Onyx e Jade e está avaliado em R$ 4,8 milhões.

No espaço haverá praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e piscina para hidroginástica.
O perfil dos beneficiários são pessoas com mais de 60 anos, com renda de um até seis salários mínimos e que não tenham outros imóveis no nome.

Os idosos poderão morar em casas ou sozinhos e pagarão 15% do salário mínimo, nos valores de hoje, de R$ 149,70.

E o que tomou a maior parte das discussões de hoje foi uma proposta da vereadora Nadir Lovera que cria o Prêmio Aluno Nota 10. Uma proposta que prevê a premiação aos três estudantes com as melhores notas.

O projeto dividiu a casa. Os que são contra a proposta, entendem que esse tipo de competição pode constranger os alunos que não tiveram boas notas.
Para outros, a ideia de competição sadia pode gerar aprendizado e estimular o aluno.

O projeto foi aprovado em primeiro turno e deve voltar ao debate na sessão de amanhã.

E nesta tarde o debate na comissão de finanças será sobre um projeto do executivo que prevê a anulação de dívidas tributárias entre R$ 1,500 a R$ 5 mil de três anos ou mais.

Mais de 10 mil contribuintes, entre pessoas físicas e jurídicas serão beneficiadas. Um impacto de mais de R$ 6,6 milhões.

Jornal da CATVE

TOPO