Setembro
Núcleo 09
Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Prefeitura de Entre Rios do Oeste
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Política

Moro e ministros do Mercosul assinam acordo para acabar com muro da impunidade

Show
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro falou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira sobre a instalação do Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF), que será dentro da usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu e sobre acordos firmados entre países do Mercosul para combater crimes fronteiriços.

No pronunciamento ele falou sobre os acordos de segurança firmados em reunião preparatórias com representantes dos países que compõe o Mercosul.

Agora agentes de segurança que compõe o bloco poderão fazer perseguições a criminosos além das fronteiras de seus países.

O ministro da Justiça disse que o acordo é extremamente relevante para os policiais que trabalham na fronteira.

“Isso é um avanço que mostra acima de tudo confiança entre os países do Mercosul”, disse.

Além disso, ele falou sobre o compromisso entre os países para o enfrentamento de crimes cibernéticos e sobre refúgios.
O Centro de Operações que será inaugurado no mês que vem fica dentro da Itaipu.

“A Itaipu tem sido um grande parceiro. Esse evento não seria possível sem apoio da binacional. Nós acreditamos na integração para atuação da segurança pública no mundo inteiro. O Centro vai reunir agentes de várias corporações, seja estadual ou federal. Há interesse da atuação de agentes de outros países, pois ganhamos no combate”, afirmou.

Com relação aos recursos para manutenção do Centro Moro garantiu que diferentes de outros projetos que foram desativados por falta de verbas, este será mais barato.

“O investimento é considerado modesto. Não podemos confundir com investimentos caros do passado como o Vant”, disse.

O projeto do Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) para vigiar a fronteira entre Brasil, Argentina e Uruguai foi criado em 2010, porém por falta de recursos nunca entrou efetivamente em operação.

A proposta do Centro Integrado é inspirado no modelo norte-americano conhecido como Fusion Center, é integrar dados e informações das diversas forças de segurança e inteligência que atuam na região de fronteira, tanto da esfera federal como estadual. O objetivo é promover, diuturnamente, a coleta, análise, produção de conhecimento e divulgação de informações relevantes, que possam contribuir com o combate ao crime.

TOPO