Setembro
Agosto Azul
Nucleo
Banner Yamaha
FarmaVidda
Política

Vereadores de Toledo são julgados por apresentarem documentos falsos à câmara

O judiciário condenou em 1ª instância o vereador Ademar Dorfschmidt e os ex-vereadores Expedito Ferreira, João Martins e Paulo dos Santos por apresentarem documento ideologicamente falsos referente a uma viagem que os vereadores fizeram em 2012 para Belo Horizonte (MG) para participarem de um curso na área legislativa.

A denúncia do Ministério Público, finalizada em 2016, só foi julgada no último dia 14, pegando todos de surpresa.

Segundo os autos, os réus alegaram, no relatório de viagem apresentado na época, que participaram de cinco dias de curso, mas na verdade a carga horária não foi cumprida. Esse tipo de alegação, documentada e assinada por três dos acusados, é considerada criminosa.

Segundo a Promotoria, manobras como essas são recorrentes na nossa região, onde parlamentares se utilizam de recursos da câmara alegando participação em cursos e acabam aproveitando as diárias para outros fins, inclusive particulares.

Neste caso, os réus foram condenados a dois anos e oito meses de reclusão e pagamento de multa. Em nota, eles afirmaram não terem sido notificados e preferiram não se manifestar. Ainda cabe aos acusados recorrerem da decisão e apresentarem nova defesa.

EPC

TOPO