Ortocolchões
covid pato
Visual Modas Store Inauguração
COVID-19
Banner Yamaha
Cotidiano

Ala Covid-19 do Hospital Universitário de Campos Gerais recebe 40 novos leitos

De acordo com o Governador, 40 leitos de UTI devem abrir nesta semana.

O governador Carlos Massa Ratinho participou nesta segunda-feira (22) da cerimônia de entrega oficial da nova ala de atendimento no Hospital Universitário dos Campos Gerais.

Mesmo projetado para receber a maternidade, em 5 de janeiro o novo prédio passou a ser preparado para uso de pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) geral.

A estratégia serviu para que o prédio principal do hospital fosse utilizado exclusivamente à Covid-19.

Com isso, a ala de atendimento a pacientes infectados com coronavírus passou a contar com 114 leitos, dos quais quatro de emergência, 40 de UTI e 64 de enfermaria.

“É um processo contínuo de fortalecimento, com mais leitos à disposição da população neste combate à Covid-19.

Para isso os hospitais regionais universitários são essenciais.

Aqui em Ponta Grossa, mas também em Maringá, Londrina e Cascavel”, disse o governador.

Dentro da mesma estratégia, a ala de maternidade e de atendimento infantil da unidade foi transferida em julho para o antigo Hospital da Criança, hoje Hospital Universitário Materno Infantil (HUMAI), também gerido temporariamente pela UEPG.

O local concentra o atendimento obstetrício, clínicas pediátricas, UTI neonatal e pediátrica, cirurgias, pronto atendimento infantil e também é referência para o atendimento de crianças com Covid-19.

“Estamos falando de um hospital universitário que tem dez anos e continua crescendo, ampliando a estrutura física para atender a população dos Campos Gerais da melhor forma possível”, destacou o reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto.

Segundo ele, o complexo médico reforçará a estrutura da 3ᵃ Regional de Saúde, uma área com população estimada de 650 mil moradores.

Público que chega a 1 milhão de pessoas pelo fato de o hospital servir de base também para regiões próximas.

“Somos um hospital-escola que neste momento está servindo de referência para os atendimentos Covid-19.

A nova estrutura permitirá ampliar a assistência e também formar novos profissionais da saúde”, afirmou o reitor.

ESPECIALIDADES

Ratinho Junior destacou que a Secretaria de Estado da Saúde já está debruçada no planejamento para uma nova melhoria no complexo universitário de Ponta Grossa.

A intenção, destacou o governador, é criar um centro de especialidades no HU, desafogando o atendimento. “A ideia é começar a construção nos próximos meses.

É mais capacidade de atendimento para diminuir as filas de espera por consultas especializadas”, ressaltou o governador.

“Buscaremos um atendimento mais equilibrado e especializado.

O horizonte próximo aponta para grandes realizações no âmbito da saúde para este hospital-escola”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

PRÉDIO ANEXO

O projeto de ampliação do centro médico começou em 2017.

O anexo tem dois pavimentos em concreto armado, com 20 leitos distribuídos em 10 quartos modernos e confortáveis, sala para atendimento de emergência, para exames e consultórios obstétricos.

Além desse novo espaço, o HU continua a atender as gestantes nos leitos já existentes, centro obstétrico e pronto atendimento especializado integrado ao programa Rede Mãe Paranaense.

“Essa construção é resultado de muito planejamento. Um prédio estruturado que fará toda a diferença na saúde dos Campos Gerais”, disse a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt.

“A saúde pública está em primeiro lugar na lista de reclamações das pessoas.

É algo que não pode esperar, por isso o significado deste investimento em parceria com o Governo do Estado”, destacou o deputado federal, Aliel Machado, autor da emenda parlamentar que viabilizou os recursos para a construção da nova alado hospital.

Além da edificação principal, está prevista uma ampliação de 481 metros quadrados de área para estacionamento.

Toda a calçada de acesso ao HU será refeita para eliminar irregularidades, incluir novas rampas no meio-fio e para a colocação de piso podotátil, para acessibilidade.

Também está sendo construído um pronto atendimento exclusivo para gestantes.

“Estrutura que vai ajudar a população neste momento tão crítico de pandemia.

Serão mais leitos específicos para isso. Passado esse momento, teremos uma nova discussão, bastante ampla, para ocupação dessas alas”, explicou o diretor-geral do HU de Ponta Grossa, Sinvaldo Baglie.

PRESENÇAS

Participaram da cerimônia o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona; o presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Jorge Lange; o deputado estadual Hussein Bakri (líder do Governo na Assembleia Legislativa); e Wilson Oliveira, presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Ponta Grossa.

 

TOPO