Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Arrastão deste sábado (29) abrangerá parte da região central de Marechal Rondon

Dezenas de pessoas participam neste sábado do batalhão da solidariedade em prol de eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue em Marechal Rondon

Mais uma vez dezenas de pessoas estarão mobilizadas para mais um arrastão contra a dengue. Neste sábado, dia 29, os trabalhos estarão concentrados na rua Espírito Santo, em direção ao Bairro Espigão, rua Sergipe até a Pará, rua Cabral até a Avenida Maripá, e da rua Espírito Santo até a Ceará.

 

Na manhã desta sexta-feira, uma reunião foi realizada no SENAC, com a presença de representantes de entidades, clubes de serviços e imprensa. Em pauta, a mobilização maior possível de pessoas para o arrastão de sábado. Participaram do encontro, os secretários de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes, de Gabinete, Valdir Sachser, de Saúde, Marciane Specht, e de Viação e Serviços Públicos, Jefferson Dahmer, dos gerentes do SESC, Carlos Cremonini, e do SENAC, Everton Donini, do presidente do Sindicomar, Ademar Bayer, do presidente da Acimacar, Ricardo Leittes, além do chefe do Setor de Endemias, Sérgio Radke, do presidente da Câmara Municipal, Cláudio Köhler (Claudinho), do vereador Vanderlei Sauer e demais lideranças.

 

A ação de sábado envolverá diversas entidades, como a Prefeitura, Câmara de Vereadores, Sindicomar, SESC, SENAC, Acimacar, Rotary Clube Guarani, Rotary Marechal Cândido Rondon, Lions Clube, Conselho da Mulher Empresária, Polícia Militar e diversos veículos de comunicação.

 

De acordo com a Secretaria de Saúde, em Marechal Rondon estãoconfirmados 446 casos de dengue. Foram notificados 801 casos, sendo que 265 ainda aguardam resultado e 62 descartados.

 

O objetivo do arrastão, organizado pela Secretaria de Saúde, por meio do Setor de Endemias, é eliminar todos os possíveis criadouros do mosquito e levar orientações de conscientização para a população.

 

Nos dias que antecedem o arrastão, os moradores dos bairros são orientados a fazerem a limpeza dos terrenos e depositar os objetos inservíveis na via pública, em frente das residências. No sábado, diversos caminhões e máquinas das Secretarias de Viação e Serviços Públicos e Agricultura e Política Ambiental estarão fazendo a coleta dos entulhos.

 

MULTAS

Toda a equipe de endemias trabalha diariamente para eliminar possíveis criadouros do mosquito. Conforme Sérgio Ratke, chefe do Setor de Endemias, em casos recorrentes são aplicadas notificações e, caso o morador do imóvel não regularize a situação em até 48 horas, é multado. O valor varia dependendo do número de focos encontrados, podendo chegar a até R$ 1709,00. Se dentro do período de um ano da primeira notificação, novamente focos forem encontrados, o valor da multa poderá dobrar.

 

SINTOMAS

Se você, rondonense, sentir alguns sintomas como febre alta, dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas pelo corpo, procure o mais rápido possível a unidade de saúde mais próxima de sua residência ou então a UPA 24 horas.

Dezenas de pessoas participam neste sábado do batalhão da solidariedade em prol de eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue em Marechal Rondon.

O arrastão acontecerá em parte do centro da cidade e reúne funcionários públicos e membros de entidades. É a união de esforços para evitar que o número de casos de dengue aumente no município.

A concentração acontece em frente a garagem da frota de veículos da Secretaria de Saúde. Logo todos partem para as ruas. O trabalho deve durar a manhã toda.

TOPO