Ortocolchões
covid pato
Visual Modas Store Inauguração
COVID-19
Banner Yamaha
Cotidiano

China confirma envio de 5,4 mil litros de insumos para produção da Coronavac

A China confirmou nesta terça (26) o envio de insumos para a produção da vacina Coronavac no Instituto Butantan. O lote com 5,4 mil litros do material deve chegar ao Brasil no dia 3 de fevereiro.

O envio já havia sido confirmado pelo presidente Jair Bolsonaro na última segunda (25). Hoje, em reunião com o governo de São Paulo, o embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, estabeleceu a data para a entrega.

De acordo com o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, o tempo de produção do imunizante contra a Covid-19 é de cerca de 20 dias. As novas doses, portanto, estarão disponíveis para aplicação a partir do dia 23 de fevereiro. O material é suficiente para a produção de 8,6 milhões de doses.

Também foi negociado o envio de um segundo lote, de 5,6 mil litros de insumos. O material já está pronto, mas uma data ainda não foi estabelecida para a entrega.

“Em relação à autorização para exportação de insumos da vacina, acredito que todos sabemos muito bem que se trata de uma questão técnica e não política. A parte chinesa está disposta a manter comunicações com o governo federal do Brasil e o governo estadual de São Paulo e apoiar em conjunto a parceria entre a Sinovac e o Butantan”, afirmou o embaixador Yang Wanming.

Depois do envio desses dois lotes já em negociação, o Instituto Butantan precisa receber mais insumos para conseguir atender o contrato firmado com o Ministério da Saúde, que prevê a entrega de 40 milhões de doses ate abril. Segundo Dimas Covas, o Butantan aguarda um posicionamento do governo federal para ampliar o contrato já estabelecido.

Até agora, o Instituto Butantan entregou cerca de 11 milhões de doses da Coronavac, que estão sendo aplicadas em todo o Brasil.

Com informação TV Cultura e Catve
TOPO