Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Casa da cuca
JR color
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Hospitais de Foz e Cascavel recebem equipamentos e nova ala

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, entregou novos equipamentos em Foz do Iguaçu e em Cascavel, na Região Oeste, nesta quinta-feira (18). O Hospital Municipal Germano Lauck, de Foz do Iguaçu, recebeu 20 respiradores e 20 monitores para ampliar a ala do Pronto Socorro Respiratório, que vai abrir na próxima semana. O Hospital vai contar com 12 leitos de UTI, integrando assim a Unidade de Cuidados Especiais (UCE), exclusivos para o atendimento de pacientes com a Covid-19.

A entrega foi feita pelo secretário Beto Preto. “Estamos trabalhando em conjunto. Estes equipamentos, da maneira como foram colocados aqui, no enfrentamento da covid-19, ampliam uma estrutura inédita, ampla e bem consolidada, uma porta diferente de atendimento com mais rapidez, tanto para Foz do Iguaçu como para a região. Este é o espírito da gestão, descentralizada, conforme nos determinou o governador Ratinho Júnior”, afirmou o secretário.

O principal desafio, de acordo com o secretário, é buscar a continuidade de financiamento de leitos pelo Estado. O Paraná criou praticamente uma segunda rede hospitalar durante os seis meses da pandemia – eram 1.200 leitos SUS e a estrutura foi ampliada em mais 1.150 leitos de UTI exclusivos para Covid. A continuidade das habilitações também vem sendo discutida com o Governo Federal.

“Praticamente dobramos as estruturas. E uma das pautas que temos discutido é o legado pós-pandemia. Dobramos a rede hospitalar, mas somente o Estado e os municípios não terão perna para financiar a continuidade de leitos e por isso estamos levando esta demanda ao Ministério da Saúde também”, destacou o secretário.

CASCAVEL – Já em Cascavel, o Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) passa a contar com a ala de ressonância magnética. Foi inaugurado o espaço, que vai auxiliar em diagnósticos por imagem ainda mais precisos. O equipamento custou R$ 3,5 milhões.

“É um avanço termos equipamentos desta performance aqui no HU, que é um ambiente que alia a preparação científica, acadêmica, com a assistência”, disse Beto Preto. A iniciativa foi viabilizada por meio de emenda do deputado federal Evandro Roman e pelo trabalho da direção o hospital.

Beto Preto afirmou, ainda, que a continuidade das obras da ala materno-infantil também está sendo debatida no Governo do Estado e a sua viabilidade vai garantir o atendimento humanitário e ainda mais qualificado no HU.

“Queremos as estruturas rodando perto da casa das pessoas. Temos aqui no HU de Cascavel uma capacidade de oferta de serviços que precisam ser incrementada. E aquilo que for possível fazer, dentro da nossa capacidade e seguindo a diretriz de fortalecimento da regionalização da saúde, vamos fazer”, avaliou o secretário.

PRESENÇAS – Participaram da inauguração o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, o secretário de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, e o diretor-presidente da InvestParaná, Eduardo Bekin.

AEN-PR
TOPO