Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Leão Gaúcho se aposenta e deixa recinto de felinos no zoo de Cascavel

No Zoológico Municipal de Cascavel, fundado em 1978, há 350 animais de 72 espécies diferentes entre répteis e mamíferos. São 70 recintos para visitação e mais 40 no setor extra para onde são levados os animais doentes ou em idade avançada. Este espaço não é aberto à visitação. Os felinos são, de longe, os mais procurados pelos cerca de 150 mil visitantes/ano que prestigiam o Zoo.

Mas, a partir de agora crianças e adultos perceberão a falta de um dos animais mais queridos do parque: o leão Gaúcho. Ele não mais ficará em exposição, se aposentou. Sim, os animais do Zoo também se aposentam. De acordo com o médico veterinário e gerente do setor de vida silvestre, Rodrigo Neca Ribeiro, “o Gaúcho está bem de saúde, mas está velhinho e merece um descanso, por isso ele deixará o recinto de visitação”.

O rei leão, Gaúcho, tem 22 anos, veio de um circo de Santa Helena onde era vítima de maus tratos. Ele está no zoo desde 14 de maio de 2008. Gaúcho foi trazido para cá, após ser constatado que ele vivia em situação degradante como atração de picadeiro infringindo lei federal que proíbe desde 2005 a presença de animais em circos.

No circo, realizaram procedimentos cirúrgicos como desarmamento (retirada de garras) que hoje também é proibido pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. “Este procedimento causou muita dor e gerou desconforto para o Gaúcho, fazendo com que jogasse mais o seu peso em uma das patas, provocando o desgaste das cartilagens, que é conhecida como artrose. O Gaúcho recebe medicação continua para dor, por isso também nossa decisão de mantê-lo fora da visitação”, explicou o veterinário Rodrigo Neca Ribeiro. Ele completou falando que “periodicamente são feitos exames de rotina (checkup) e avaliada suas funções renais, hepática e cardiovascular”.

Em função desta situação e para oferecer ao leão mais conforto e uma melhor qualidade de vida, nesta aposentadoria, os veterinários do Zoo decidiram alocá-lo para o setor extra, onde ele terá todo o cuidado necessário para ter uma boa saúde e uma velhice mais tranquila. Este espaço não é aberto à visitação e o Gaúcho não voltará mais para o recinto dos felinos.

Este recinto foi desativado e como ficava ao lado do recinto da onça pintada , Tony foi feita uma adequação com a derrubada de uma parede e ampliação do espaço para a onça, que já se tornou uma das atrações mais queridas do local.

Rodrigo esclarece que “todos os animais quando estão muito velhinhos ou doentes vão para os espaços sem acesso à visitação para minimizar o estresse. E no Brasil não é permitida reprodução de animais exóticos a não ser que exista um acordo entre instituições. No futuro o Zoo de Cascavel terá como objetivo a preservação e manutenção de espécies nativas da fauna brasileira”.

Zoo

O Zoológico de Cascavel foi fundado em 12 de dezembro de 1978, com área de 20h, no centro da cidade. No local há 350 animais de 72 espécies diferentes entre répteis e mamíferos, 70 recintos para visitação e mais 40 no setor extra para onde são levados os animais doentes ou em idade avançada, que não é aberto à visitação. O Zoológico de Cascavel recebe em média 150 mil visitantes por ano e funciona de terça a domingo das 8h às 17. Às segundas-feiras, o local é fechado para manutenção dos recintos e limpeza em geral.

TOPO