Dengue Pato
Bike Refran
Maquininhas
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Mais 380 alunos rondonenses se formaram no Proerd, em Marechal Rondon

Mais 380 alunos rondonenses se formaram na noite da quarta-feira (27) no Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). A solenidade foi realizada no auditório Ecos da Liberdade.

A formatura contou com a presença do prefeito Marcio Rauber, dos secretários de Educação, Marcia Winter da Mota, e de Mobilidade Urbana, Coronel Welyngton Alves da Rosa, do vereador Soldado Sauer, do comandante do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), tenente-coronel Mario Jorge Alves Lopes, do comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar, tenente Daniel Zambon, do comandante do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), tenente-coronel Saulo de Tarso Sanson Silva, do comandante do 3º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, capitão Tiago Zajac, do subcomandante do 19° BPM, major Valmir de Souza, da instrutora do Proerd no município, soldado Larisa Balko, da conselheira tutelar Nice Tischer, do representante do Sicredi Aliança, Fernando Fenner, e demais autoridades municipais e militares, além de lideranças, policiais, professores, diretores de escolas, estudantes e pais dos alunos formandos.

O evento também contou com a presença especial da Banda Proerd e do mascote Leão Daren.

Com o retorno em 2017 em Marechal Rondon, contando com o evento de hoje, o Proerd já realizou seis formaturas, formando cerca de 2.000 crianças dos quintos anos da rede municipal de ensino rondonense.

O PROGRAMA
O Proerd consiste em uma ação conjunta entre a Polícia Militar, escolas e família, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.

Em Marechal Rondon o programa é desenvolvido pela Polícia Militar do Paraná, através do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, e recebe apoio da prefeitura rondonense, através das secretarias de Educação e de Mobilidade Urbana. As aulas são planejadas em cima de 10 lições, que vai além da questão das drogas, mas de ajudar a fazer as crianças de fazerem escolhas mais saudáveis, além de falar sobre cidadania, trânsito, formas de buscar ajuda, autoestima, etc.

FAZENDO A DIFERENÇA
De acordo com a instrutora Larisa, quem atua junto com o Proerd é a família, a escola e a Polícia Militar. “Esse trabalho ensina a criança a controlar os seus impulsos e a pensar nos riscos e consequências, eleva a autoestima, solidifica noções de cidadania e convivência harmoniosa, além de ensinar técnicas de autocontrole e resistência à pressão dos colegas”, explica. “Percebe-se logo a mudança nas crianças. De início, elas aparentam ter receio de nós policiais. Muitos têm os pré-conhecimentos de que o policial é uma pessoa autoritária, que vá machucar, prender, etc. Com essa proximidade, as crianças passam a entender a gente como alguém que possa buscar para pedir ajuda, passam a nos ver como amigos. Quando os pais dos alunos nos encontram na rua, comentam que as crianças mudaram o comportamento para melhor”, completa.

“Em nome da Secretaria de Educação, quero agradecer as autoridades, proerdianos, seus familiares e professores presentes na formatura. O Proerd é de extrema importância para a nossa cidade e para as nossas crianças, com objetivos claros e significativos para os nossos formandos. Pedimos também o apoio dos familiares para que acompanhem os seus filhos nessa caminhada”, enfatiza a secretária de Educação, Marcia Winter da Mota.

TOPO