Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Campanha Dengue
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Secretário de Saúde de Cascavel coloca o cargo a disposição

A debate sobre a saúde de Cascavel não é algo novo. Na sexta-feira (06) no início da tarde, o vereador Jorge Bocasanta (PROS) foi até a secretaria tirar satisfação com o secretário Thiago Stefanello sobre uma denúncia que o secretário encaminhou ao Ministério Público, em que Bocasanta seria o alvo.

DISCUSSÃO

A conversa era amena e acabou tomando uma proporção inesperada. Os ânimos se esquentaram o vereador se alterou, e precisou da interferência do vereador Josué de Souza que acompanhava Bocasanta. Josué colocou panos quentes para que a visita ao secretário não tomasse rumos de agressões.

MESMO DIA

Ainda na sexta-feira, por volta das 22 horas, tumulto na UPA Brasília por conta da quantidade de pacientes que aguardavam para atendimento. Polícia Militar e Guarda Municipal foram chamadas para acalmar os ânimos. Uma pessoa foi levada para lavratura de ocorrência na Polícia porque se exaltou.

OS FATOS

A grande procura da população por atendimento nas UPAs com suspeita de Dengue tem deixado a Unidade lotada e a espera mais longa. Alguns mais calmos outros mais agitados. Segundo a planilha da Unidade, cerca de 380 pessoas procuraram a UPA por atendimento.

DENGUE

Segundo dados da secretaria de Saúde Municipal, de cada quatro pessoas que procuram o Pronto Atendimento, duas ou três estão com sintomas da Dengue. O que causa tanto transtorno, demora e congestionamento de pessoas.

CARGO A DISPOSIÇÃO

Devido aos ataques sofridos desde a tarde de sexta-feira, iniciado pelo vereador Jorge Bocasanta, o secretário Thiago Stefanello colocou o cargo a disposição do prefeito Paranhos. Segundo ele, receber críticas sobre a saúde é comum quando se tem uma epidemia como a Dengue. Mas, receber críticas daqueles que deveriam ajudar a administrar a situação, já que é participante do grupo do prefeito, é hora de analisar todo o contexto e tomar uma decisão.

RESPOSTA

Quanto a resposta do prefeito sobre o cargo a disposição, ainda não se tem uma veredito, mas este pode acontecer nesta segunda-feira (09). O prefeito aceitará ou não o pedido de Thiago Stefanello?

QUANTO PIOR, MELHOR

Cascavel vive a política do quanto pior, melhor. Melhor para quem? Bom, em ano eleitoral tudo que acontece é motivo de análises diferenciadas de um grupo político para outro. Alguns grupos políticos utilizam o problema momentâneo para difamar e criticar a atual administração, já que quanto mais ¨tiroteio¨acontecer, melhor para chegar ao posto que almeja, seja a cadeira de prefeito ou de vereador.

JUNTOS

A rivalidade política apresentada neste inicio de ano, demonstra a imaturidade de nossos possíveis governantes. Ao invés de no momento de caos como este da epidemia da Dengue, ajudar na solução dos problemas, veem nestes fatos um caminho mais curto para buscar apoio nas próximas eleições. O que nos leva a uma análise simples e compacta do quanto pior, melhor. Quanto ao discurso de que Cascavel precisa caminhar pra frente, não consigo ver isso. Já que alguns apaixonados da política partidária, torcem para que tudo de errado, para que seu ¨protegido¨possa navegar em aguas turvas desde que esteja no comando do “TIMÃO” desta cidade chamada Cascavel.

FUI !!!

“Antes de sair em busca de vingança, cave duas covas”, disse Confúcio.

TOPO