Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
natal
covid pato
Banner Yamaha
Cotidiano

Servidores da saúde participam de mais uma etapa de capacitação do programa Previne Brasil

Nesta semana profissionais de saúde de Marechal Rondon estão passando por capacitação referente ao programa Previne Brasil. Na terça-feira, dia 24, a secretária de Saúde, Marciane Specht, fez uma pequena abertura do encontro que está sendo realizado no CEMEP.

 

O programa Previne Brasil foi instituído pela Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019. O novo modelo de financiamento altera algumas formas de repasse das transferências para os municípios, que passam a ser distribuídas com base em três critérios: capitação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas.

 

A proposta tem como princípio a estruturação de um modelo de financiamento focado em aumentar o acesso das pessoas aos serviços da Atenção Primária e o vínculo entre população e equipe, com base em mecanismos que induzem à responsabilização dos gestores e dos profissionais pelas pessoas que assistem.

 

De acordo com a secretária Marciane, desde 2019, está ocorrendo o envolvimento dos servidores da saúde para que a nova legislação voltada a Atenção Primária, no que se refere ao não pagamento do recurso do PAB fixo e PAB variável, e sim, pelo recebimento por parte do município através de indicadores.

 

O Ministério da Saúde fará o repasse financeiro através do cumprimento de metas previamente pactuados e instituídos pelo Ministério da Saúde. “Isso se faz necessário o envolvimento de toda a equipe de saúde, em especial, aos que trabalham nos postos de saúde. Em 2019, realizamos um teste-piloto em Porto Mendes, onde foi realizada a questão do cadastramento e, isso, também decorreu neste ano, onde os agentes comunitários de saúde fizeram o cadastramento de toda a população”, explica.

 

Nesta segunda etapa, as equipes dos postos de saúde precisam vincular os atendimentos conforme os indicadores. A capacitação está ocorrendo com técnicos, enfermeiros, médicos e recepcionistas para que todos entendam este processo do programa Previne Brasil.

TOPO