Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
IPTU
Banner Yamaha
FarmaVidda
Cotidiano

Vereador Arion pede explicações sobre falta de transporte e exames para pacientes rondonenses

A Câmara de Marechal Cândido Rondon aprovou, ontem (25), requerimento com pedido de informações de autoria do vereador Arion Nasihgil. Ele solicita esclarecimentos da Secretaria Municipal de Saúde sobre os motivos de não estarem sendo realizados exames médicos e laboratoriais, e nem mesmo fornecido transporte para tratamento fora do município.

De acordo com Arion, isto supostamente estaria ocorrendo em razão da pandemia do novo Coronavírus, conforme reclamações por ele recebidas de vários rondonenses que estão em busca de atendimento no setor de saúde pública.

“Conforme relatam estas pessoas, consultas eletivas e de retorno com clínicos gerais não estão sendo agendadas nas unidades de saúde, o que pode ser compreendido quando falamos de situações que não demandam urgência ou emergência, visando evitar aglomerações nos postos. Contudo, em muitos casos relatados e confirmados, sequer estão sendo realizados exames laboratoriais ou de imagem visando o diagnóstico das mais diversas patologias, os quais não são liberados para pacientes sob o exato pretexto da pandemia”, explica Arion.

Segundo ele, ao mesmo tempo pacientes que necessitam de transporte para cidades como Toledo e Cascavel não estão conseguindo atendimento.

Na opinião do vereador, os cuidados com a prevenção ao COVID-19 devem ser tomados, porém não devem servir de justificativa para evitar os atendimentos na saúde pública, razão pela qual ele requer que os serviços sejam normalizados. “A pessoas sofrem não só pelo COVID-19, mas também por muitas outras doenças que causam sofrimento e não podem esperar”, assevera.

Neste mesmo sentido, em indicação Arion sugere que a Secretaria Municipal de Saúde reorganize os horários do transporte de pacientes que realizam tratamento de saúde em Cascavel, visando implementar mais linhas de transporte ao longo do dia ou, na impossibilidade, que então forneça local adequado para espera e alimentação completa para os que necessitam aguardar por longos períodos até o retorno para Marechal Cândido Rondon.

Também em indicação, Arion solicita que a Secretaria Municipal de Saúde determine a utilização do “fumacê” contra o mosquito transmissor da dengue em Porto Mendes, tendo em vista a alta incidência de casos da doença no distrito.

TOPO