Dengue Pato
Bike Refran
Prefeitura de Mercedes
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Esportes

Executivo de futebol do FC Cascavel fala sobre impacto da paralisação no clube

A paralisação das atividades do futebol profissional influencia diretamente a vida financeira dos clubes especialmente no interior do Estado.

O executivo de futebol do FC Cascavel, Marcus Vinicius Beck Lima conversou com a Catve a respeito do assunto.

O time encerrou a primeira fase do campeonato na vice-liderança e além do Paranaense tem pela frente a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D.

Segundo Beck Lima apesar de boa estrutura e de uma situação financeira tranquila, o FC Cascavel depende do patrocinador, ou seja acaba sendo atingido pela pandemia.

A previsão de gastos anual é de em média R$ 6 milhões, o custo mensal do clube gira em trono de R$ 500 mil, incluindo time profissional, categorias de base, funcionários, alojamento, viagens, taxas, impostos e todos os atletas profissionais estão contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho.

“O projeto para 2020 era de brigar para subir para a Série C do Brasileiro. Mas antes tem o Paranaense. Se o estadual for encerrado, e nós formos declarados vice-campeões, teremos vaga na Copa do Brasil em 2021. Mas se não for encerrado com a classificação de quando foi interrompido, não sabemos como pode ficar nosso caso em termos de Copa do Brasil”, finaliza.

Marcus Vinícius Beck,é psicólogo e atuou como gerente de futebol, supervisor e executivo em times como Grêmio Maringá, Paraná Clube, Criciúma, Bahia, ABC. O último clube foi o Guarani.

Com informação da Catve.com

TOPO