Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
Família Acolhedora
Dengue antes
Casa da cuca
Banner Yamaha
FarmaVidda
Esportes

Goiás vence time alternativo do Grêmio e termina o Brasileirão em 10º lugar

O Goiás atingiu o seu objetivo nesta 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro ao vencer o Grêmio por 3 a 2, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, e terminar entre os 10 primeiros colocados. Com 52 pontos, encerrou a competição em 10.º lugar. O clube gaúcho, já com a sua vaga na Copa Libertadores garantida para 2020, usou um time de garotos e dirigido pelo auxiliar de Renato Gaúcho, Vitor Hugo Signorelli, fechou a temporada com 65 pontos, em quarto.

O jogo começou acelerado e o Goiás saiu na frente logo aos três minutos. Marcelo Hermes cobrou escanteio do lado esquerdo e o atacante Rafael Moura subiu mais alto do que dois zagueiros para colocar de cabeça no contrapé do goleiro gremista. Aos cinco, Pepê foi lançado na grande área, mas o goleiro Tadeu saiu aliviando com um chutão.

Aos poucos, porém, os garotos do Grêmio foram ganhando confiança e passaram a tocar a bola e com muita velocidade. Forçando a velocidade e os contra-ataques, o Grêmio buscou o empate aos 22 minutos. Ferreira passou por dois adversários, foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Patrick dividiu com dois zagueiros e na sobra bateu firme.

A virada saiu aos 36 minutos, quando Ferreira fez jogada individual pelo lado direito, com uma meia lua em seu marcador, e cruzou rasteiro. Na pequena área, Isaque tocou de letra, surpreendendo Tadeu. A bola ainda bateu na mão dele, mas entrou lentamente para as redes.

O experiente Rafael Moura quase empatou aos 43 minutos, quando pegou uma bola quicando na linha da grande área e soltou a bomba. O goleiro Phelipe saltou e espalmou por cima do travessão. Na cobrança de escanteio, outro gol ensaiado. Marcelo Hermes cobrou escanteio e, desta vez, Rafael Moura apareceu na primeira trave para cabecear em diagonal. A bola entrou no canto esquerdo do goleiro gremista.

O segundo tempo também começou movimentado. Aos seis minutos, Isaque recebeu nas costas da defesa, passou pelo goleiro e empurrou para as redes. O gol, porém, foi anulado por impedimento confirmado pelo VAR. Aos 16 minutos, o baixinho Michael quase aprontou ao seu estilo. Entrou na área em diagonal, limpou um marcador e chutou cruzado. A bola tirou tinta da trave esquerda.

O terceiro gol goiano saiu em seguida. Leandro Barcia chutou de longe e a bola explodiu no travessão. O rebote ficou para Yago Felipe, que chutou rasteiro e no canto direito de Phelipe. O time gaúcho não desistiu e quase empatou aos 30 minutos em um chute de longa distância de Matheus Frizzo. O gol só não saiu porque Tadeu saltou e espalmou para escanteio.

O susto serviu de alerta para o time da casa, que se fechou e passou a se arriscar somente em contra-ataques esporádicos. Deu sorte nos acréscimos, aos 48 minutos, quando Isaque quase empatou ao chutar na trave.

FICHA TÉCNICA

GOIAS 3 x 2 GRÊMIO

GOIÁS – Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Gilberto (Dudu), Léo Sena e Yago Felipe (Breno); Leandro Barcia, Rafael Moura (Vinícius) e Michael. Técnico: Ney Franco.

GRÊMIO – Phelipe; Felipe, Rodriguez (Emanuel), Ruan e Juninho Capixaba; Darlan, Matheus Frizzo (Jonatha Robert) e Patrick (Guilherme Azevedo); Ferreira, Pepê e Isaque. Técnico: Vitor Hugo Signorelli (auxiliar).

GOLS – Rafael Moura, aos 3 e aos 44, Patrick, aos 22, e Isaque, aos 36 minutos do primeiro tempo; Yago Felipe, aos 19 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Leandro Barcia (Goiás); Darlan (Grêmio).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 78.440,00.

PÚBLICO – 7.145 pagantes (7.456 no total).

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

TOPO