Ortocolchões
covid pato
Visual Modas Store Inauguração
COVID-19
Banner Yamaha
Esportes

Precisamos vencer Gre-Nal para entrar de vez na luta pelo título, diz Diego Souza

Se quiser seguir na briga pelo título do Brasileirão, o Grêmio precisa vencer o Internacional no Beira-Rio, no domingo.

 

Esta é a avaliação do atacante Diego Souza, artilheiro gremista na temporada.

 

Em ascensão na temporada, o time comandado por Renato Gaúcho ostenta uma invencibilidade de 11 clássicos contra o arquirrival.

 

“Não tem motivação maior do que você chegar na casa do adversário e conseguir uma vitória, ainda mais por poder brigar pelo título da competição.

 

 

Nossa motivação é buscar, sem dúvida, a vitória, pois temos um jogo a menos.

 

 

Autor de 24 gols em 47 jogos, o atacante do Grêmio evitou valorizar a longa invencibilidade do time sobre o Inter, que já dura quase dois anos.

 

 

“Temos uma invencibilidade de jogos difíceis, mas não podemos pensar nisso em momento algum.

 

 

Nós pensamos no jogo, em buscar a vitória, fazer o nosso melhor e, sem dúvida, honrar a camisa que vestimos.

 

 

Nós sabemos que é uma camisa pesada, ainda mais nesse momento, em que uma vitória nos coloca o sonho de brigar pelo título.”

 

Diego Souza e os demais jogadores do Grêmio treinaram pela manhã. Na sequência, foram liberados.

 

 

O grupo vai se reapresentar no início da noite desta sexta para iniciar a concentração.

 

 

No sábado, Renato Gaúcho comandará o último treino antes do clássico e deve definir o time titular.

 

 

Para este importante confronto, o treinador relacionou todo o seu elenco, incluindo Pedro Geromel e Matheus Henrique, que voltam de lesão e ainda não estão 100%.

 

Com informação Agência Estado

 

Conquistando a vitória, emplacamos de vez na disputa pelo título do Brasileiro”, destacou Diego Souza.

 

O atacante admite que o momento das duas equipes no Brasileirão acirra ainda mais o Gre-Nal.

 

 

O Inter lidera o campeonato, com 59 pontos, enquanto o Grêmio ocupa o quinto lugar, com 51, porém com um jogo a menos.

 

 

Ou seja, se vencer o clássico e a partida a menos, o time de Diego Souza chegará aos 57, apenas dois abaixo da equipe colorada.

 

“Todo mundo sabe da importância que o Gre-Nal tem para todos nós. Poderia ser num momento melhor ou pior, mas a gente vai fazer o que temos de costume, que é jogar marcando forte, procurar ter a bola nos nossos pés e agredir o adversário para ganhar a partida.

 

 

O que importa é vencer a partida e entrar de vez na briga pelo título”, reforçou, antes de lembrar que a rivalidade estará a flor da pele no fim de semana.

 

“Se tiver Gre-Nal de bolinha de gude ou de pipa vamos estar sempre empolgados, pois é uma rivalidade que faz todos quererem ganhar.”

 

 

TOPO