Bike Refran
Ortocolchões
Sandras Publi
natal
covid pato
Banner Yamaha
Esportes

Rodovias em Marechal Rondon receberão placas informando a presença de ciclistas

A Prefeitura de Marechal Cândido Rondon, através da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, vai instalar placas de trânsito informando aos motoristas sobre a presença de ciclistas nas rodovias municipal, estadual e federal que cortam o Município. Ao todo, serão cerca de 40 placas, que serão afixadas em postes da Copel às margens das rodovias, especialmente nos trechos mais perigosos.

A definição dos locais aconteceu na manhã desta quinta-feira (26), em reunião entre representantes da Secretaria de Mobilidade Urbana e da Associação Rondonense de Ciclismo (ARC).

Conforme o secretário chefe da pasta responsável pelo setor de trânsito no município, Coronel Welyngton Alves da Rosa, a licitação para a aquisição das placas está na fase final e a expectativa é que a instalação ocorra ao longo das próximas semanas.
Segundo o presidente da ARC, Paulo Rodrigo Coppetti, a sinalização da presença de ciclistas nas rodovias é importante.

“Sabemos que a prática do ciclismo é cada vez maior em Marechal Cândido Rondon e região. Contudo, nem todas as rodovias possuem acostamento ou apresentam condições ideais para o tráfego com bicicletas. Por isso, a medida anunciada pela Secretaria de Mobilidade Urbana é importante para garantir a segurança e a vida, tanto de motoristas como de ciclistas”, explica Coppetti, que agradece a Prefeitura e aos vereadores que apresentaram indicações solicitando este investimento.

Serão contempladas as rodovias BR-163, além das que fazem as ligações da sede municipal aos distritos de Iguiporã, Bom Jardim, Porto Mendes, Novo Horizonte, Vila Curvado, Margarida, São Roque, Novo Três Passos, Bela Vista, e de Margarida até a divisa com Pato Bragado e de Porto Mendes até a divisa com Mercedes. O anel viário também receberá esta sinalização.

O Coronel Welyngton acrescenta que o investimento trará mais segurança não apenas aos praticantes do ciclismo, mas também aos trabalhadores e moradores dessas regiões que utilizam a bicicleta no dia a dia.

TOPO