Política Marechal

Arion cobra providências para acesso da Avenida Rio Grande do Sul ao Anel Viário

Segundo o vereador, diante da complexidade do tráfego no local, que supera a movimentação comum de outros pontos da sede municipal, o pedido é para que o Executivo Municipal realize inicialmente estudos técnicos especificamente sobre o tráfego de veículos no cruzamento em questão

25/08/2021 14h05
Por: Marcio Cerny
Arion cobra providências para acesso da Avenida Rio Grande do Sul ao Anel Viário

Em indicação apresentada na sessão dessa semana do Poder Legislativo Municipal, o vereador Arion Nasihgil solicitou à Prefeitura de Marechal Cândido Rondon que implemente medidas para controle e melhor fluxo do tráfego no cruzamento da Avenida Rio Grande do Sul com a Rua Helmuth Priesnitz, no acesso ao Anel Viário, em razão do elevado movimento, do alto índice de acidentes e das dificuldades no trânsito encontradas naquele local.

 

Segundo o vereador, diante da complexidade do tráfego no local, que supera a movimentação comum de outros pontos da sede municipal, o pedido é para que o Executivo Municipal realize inicialmente estudos técnicos especificamente sobre o tráfego de veículos no cruzamento em questão, mantendo a Câmara Municipal informada dos resultados, e então busque encontrar soluções que mitiguem os problemas lá localizados, promovendo-se então a implementação das melhorias diversas que se fizerem necessárias.

 

Entre as sugestões estão o alargamento da via, a construção de um trevo ou de uma rotatória, ou ainda a instalação de semáforo.

 

“Esse cruzamento é um dos pontos mais críticos do trânsito rondonense, notadamente devido ao elevado movimento, especialmente de veículos pesados, que acaba por ocasionar dificuldades no fluxo de veículos menores e, inclusive, acidentes frequentes”, justificou Arion.

 

Já em requerimento, Arion questionou a Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon sobre o aparelho de ultrassonografia adquirido há dois anos pela Prefeitura, por intermédio do Pregão Presencial nº 77/2019. Os recursos utilizados na compra foram viabilizados através de emenda parlamentar da deputada federal Leandre Dal Ponte, solicitada por Arion.

 

O vereador citou que desde 2018 já foram cinco os requerimentos de sua autoria, questionando a utilização do aparelho. “Mas, em todas as respostas houve a apresentação de justificativas para que o mesmo não estivesse em pleno funcionamento, atendendo a população rondonense”, lamentou. 

 

Nesse sentido, no novo requerimento Arion busca conhecer se o aparelho de ultrassom foi integralmente instalado e está em pleno funcionamento, o local onde o aparelho está instalado, para quais tipos de exames de ultrassonografia está sendo utilizado, quem são os profissionais que o operam e quantos exames são realizados diariamente e/ou semanalmente pelo mesmo equipamento. Se negativa a resposta, requer a apresentação das justificativas e dos documentos comprobatórios.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.