Política Marechal

Projeto da LDO estima orçamento geral do Município para 2022 em R$ 256 milhões

Ela estabelece que orçamento geral para o próximo ano está estimado em R$ 256.937.000,00.

31/08/2021 10h39
Por: Marcio Cerny Fonte: Assessoria
Assessoria
Assessoria

O Poder Executivo de Marechal Cândido Rondon enviou à Câmara de Vereadores o projeto de lei 29/2021, que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Município para o exercício financeiro de 2022.

 

Ela estabelece que orçamento geral para o próximo ano está estimado em R$ 256.937.000,00.

 

O valor é cerca de R$ 27 milhões a mais do que o orçamento geral deste ano, que é de R$ 229,7 milhões.

 

A LDO faz parte da estrutura orçamentária e orienta a elaboração da Lei Orçamentária, a qual vai prever, dentre as diretrizes estabelecidas, quais serão possíveis de realizar diante da realidade financeira do Município.

 

 

Divisão

 

Do total do orçamento geral para 2022, caberá ao Poder Executivo a fatia de R$ 213.132.500,00.

 

 

Deste montante, duas pastas devem ficar com quase metade dos recursos financeiros.

 

 

O setor de Saúde deve absorver R$ 63.168.375,00. Já à Educação estima-se R$ 56.285.225,00.

 

 

Ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) a previsão orçamentária é de R$ 32.180.000,00.

 

 

Para o Poder Legislativo devem ser destinados R$ 9.850.000,00.

 

 

À Fundação Promotora de Eventos (Proem) caberá R$ 1.526.000,00.

 

 

Já o Fundo Municipal de Desenvolvimento deverá receber R$ 248.500,00.

 

 

Elaboração

 

Conforme o prefeito Marcio Rauber, a elaboração do projeto da LDO se deu pela participação popular através de consulta pública on-line, além de discussões entre agentes técnicos junto às áreas de sua competência.

 

 

A previsão da receita para o exercício 2022 ainda foi pautada na análise da memória de cálculo dos três últimos exercícios, bem como levou em conta diversos fatores como crescimento econômico, previsão de inflação e das transferências federais e estaduais.

 

 

“Registra-se também que a crise econômica brasileira decorrente da pandemia também foi considerada, de sorte que os valores das projeções das receitas e despesas poderão ser revistos, caso necessário”, detalhou o chefe do Poder Executivo.

 

 

O projeto de lei foi lido na sessão de ontem (30) da Câmara de Vereadores, e baixado para análise da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Fiscalização. Após o parecer, o projeto será liberado para votação em plenário.

 

 Orçamento geral para 2022 é cerca de R$ 27 milhões maior do que o atual.

 

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.