Cidades Paraná

Social e Saúde prestam contas do primeiro quadrimestre

Comissão de Saúde, presidida pelo Professor Jonathan, conduziu audiências públicas

27/05/2022 15h55
Por: Marcio Cerny Fonte: Câmara Municipal de Castro - PR
Foto: Reprodução/Câmara Municipal de Castro - PR
Foto: Reprodução/Câmara Municipal de Castro - PR

Na tarde de ontem, 26 de maio, a comissão permanente de Saúde e Assistência Social, presidida pelo vereador Professor Jonathan (PSC), conduziu duas audiências públicas no plenário da Câmara Municipal de Castro. Às 14 horas, teve início a prestação de contas da secretaria municipal de Família e Desenvolvimento Social e, às 16 horas, a apresentação da pasta de Saúde. Os dois encontros eram relativos ao primeiro quadrimestre de 2022.

Assistida por servidores da secretaria de Família e usuários de alguns serviços, a secretária Michelle Nocera Fadel, mencionou que as despesas de janeiro a abril deste ano somaram pouco mais de R$ 4 milhões. Até o final do ano a prefeitura deve investir na pasta mais de R$ 15 milhões, cerca de 5% do total do orçamento do município.

Michelle apresentou o número de famílias atendidas nos equipamentos sociais e as vulnerabilidades identificadas junto a esses usuários, as reformas em andamento em diversas unidades e a quantidade de benefícios concedidos através dos programas de transferência de renda. Dentre as metas da secretaria para 2022 estão a ampliação da Eco Feira para todo o município, implantação de CRAS no Jardim Alvorada, construção de sede para o Conselho Tutelar, aumento de vagas do transporte universitário e a ampliação e pintura da sede do abrigo institucional.

Na segunda audiência da tarde foi a vez da secretária de Saúde, Maria Lídia Kravutschke, demonstrar a aplicação da programação anual de saúde nos primeiros meses do ano. Segundo Lídia, as receitas do quadrimestre totalizaram R$ 25 milhões e as despesas fecharam em R$ 18 milhões.

Em virtude da atual situação da saúde no munícipio, com o aumento de doenças respiratórias devido a mudança climática, Lídia explicou a respeito dos atendimentos realizados na UPA e nas Unidades Básicas de Saúde e que unidade o munícipe deve procurar de acordo com os sintomas que apresenta. Por exemplo, em casos de dor aguda, febre alta acima de 40°C, pressão alta, infarto, acidente, intoxicação, o cidadão deve se direcionar para a UPA. Já quando se tratar de sintomas gripais leves e moderados, suspeita de covid-19, doenças crônicas, trocas de sonda, dor de cabeça e inalação, a orientação é ir até a UBS.

Ao término dos encontros as secretárias responderam questionamentos dos vereadores presentes e membros da comunidade. As duas reuniões foram gravadas e os vídeos estão disponíveis no canal da Câmara noyoutubepara acesso de todos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.