Adolescente é encontrada morta dentro de casa em São Leopoldo; pai é preso

Uma adolescente de 13 anos foi encontrada morta dentro de casa, em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na noite de quarta-feira (9).


De acordo com a titular da Delegacia de Homicídios da cidade, Isadora Galian, o pai da menina confessou, em depoimento, ter abusado sexualmente e depois matado a filha. O homem, de 40 anos, foi encontrado na tarde desta quinta (10) e está preso temporariamente.
 

"A Brigada Militar conseguiu abordá-lo em um viaduto da BR-116. Quando a Brigada Militar abordou esse indivíduo, ele ameaçou se jogar", disse.
 
Segundo a Polícia Civil, o estado de decomposição do corpo prejudica a identificação da causa da morte. A garota apresentava ferimentos no pescoço e nas mãos, além de estar com o "rosto absolutamente desfigurado", afirmou a delegada. A morte teria ocorrido na madrugada de terça (8).


A polícia deteve o suspeito, cujo nome não foi divulgado, e o levou para a delegacia. Segundo Isadora Galian, ele estava sob influência de drogas. O pedido de prisão temporária feito pela Polícia Civil foi aceito pelo Judiciário, após aval do Ministério Público.
 

Investigação
 
A delegada Isadora Galian conta que o corpo foi encontrado no último quarto da residência, com um sofá bloqueando a entrada do cômodo. Como haviam marcas de sangue no chão, os agentes da Polícia Civil aguardaram a chegada da perícia.
 

"Havia sinais de luta corporal, várias coisas jogadas no chão. Muito sangue", relatou.
 
A menina foi encontrada seminua, mas sem sinais aparentes de violência sexual — o que será apurado pela perícia, disse Galian. Uma faca foi encontrada no chão de um dos cômodos da residência.
"Não se sabe ainda a causa da morte. Ela pode ter morrido de asfixia, pode ter morrido de traumatismo craniano pelas pancadas", diz a delegada.
 

Relatos
 
Vizinhos relataram que pai e filha haviam se mudado para a residência, no bairro São Miguel, na segunda-feira (7). Na madrugada de terça (8), foram ouvidos gritos de socorro. Às 7h, o homem foi visto saindo da residência, contou a delegada.
 
Na quarta (9), o proprietário do imóvel, parentes e a ex-companheira do suspeito tentaram contato com o homem, sem sucesso. Na noite mesmo dia, voltaram ao local e, ao abrir uma janela, encontraram o corpo da menina. Naquele momento, o pai já não estava mais no local, e a polícia foi acionada.

Com informação do G1

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!