Agentes de saúde enfrentam resistência de moradores durante visitas domiciliares em Marechal Rondon

Os agentes de saúde de Marechal Rondon continuam realizando visitas a residências, para o cadastramento de pessoas no programa Previne Brasil.

 

 

 

O programa visa promover uma reestruturação na forma com que o governo federal distribui os recursos na área da saúde para os municípios.

 

 

 

De acordo com a Secretaria de Saúde, os agentes estão enfrentando certa dificuldade ao chegar a algumas residências, por conta de que os moradores imaginam se tratar de golpe.  

 

 

 

“Pedimos a colaboração dos rondonenses, para que recebam os agentes comunitários de saúde, que estão devidamente identificados com crachás”, disse a secretária Marciane Specht.

 

 

 

 

 

Segundo ela, o cadastramento está sendo realizado tanto na sede como no interior, para os rondonenses que utilizam ou não o Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 

 

 

 

A secretária ressaltou que esta é uma ação muito importante para que se consiga o maior volume de recursos possível, para investir na saúde pública do município.

 

 

 

 

DADOS COLETADOS

 

 

Entre os dados coletados na ficha denominada de Cadastro Individual da Atenção Básica, estão informações pessoais, escolaridade, profissão, condições de saúde, entre outros.

 

 

 

 

Caso a pessoa não colaborar no questionário, deverá assinar um termo de recusa.

Áudio


Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!