Foto: Catve

Atentado a empresário baleado em Curitiba pode ter relação com criptomoedas

O atentado ao empresário Guilherme Grabarski, de 24 anos, alvo de mais de 10 tiros na noite de terça-feira (6), pode estar relacionado a profissão dele. A vítima trabalha com compra e venda de criptomoedas, moedas virtuais utilizadas para a realização de pagamentos em transações comerciais. A hipótese foi apontada pela polícia, que investiga a tentativa de homicídio. O empresário está internado em estado gravíssimo.

"Guilherme trabalhava com criptomoedas, não tem passagem pela polícia, mas não podemos confirmar porque isso aconteceu. Não temos muitas informações ainda, mas o atentado pode ter relação com o trabalho dele", disse o delegado que investiga o caso, Thiago Nóbrega, à equipe de reportagem. A polícia descarta a possibilidade de tentativa de roubo.

O crime:

De acordo com testemunhas, que passavam pela Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, um carro Toyota Etios iniciou ali os disparos contra o Audi A4 do empresário, próximo ao terminal do Campo Comprido. O motorista tentou fugir, mas os atiradores perseguiram o carro e, próximo da esquina com a Rua João Falarz, dispararam mais de 10 vezes contra a vítima. Um dos tiros acertou a cabeça dele.

A assessoria de imprensa informou que ele passou por uma cirurgia durante a madrugada.

Os suspeitos fugiram a pé após entrarem com o carro em uma rua sem saída. O carro utilizado no crime foi apreendido. O veículo havia sido roubado e tinha as placas clonadas.

Com informação da Catve e Banda B

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!