Atlético-GO tropeça contra lanterna e pode perder a liderança na Sul-Americana

Apesar das inúmeras chances criadas, o Atlético-GO não saiu do 0 a 0 com o Palestino (CHI) na noite de quarta-feira (12), no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, em duelo válido pela quarta rodada do Grupo F da Copa Sul-Americana. Os dois times tiveram jogadores expulsos no segundo tempo.

 
Com o resultado, o Atlético-GO segue na liderança da chave, agora com oito pontos. Contudo, o segundo colocado Libertad (PAR) com seis pontos jogará nesta quinta-feira contra o Newell’s Old Boys (ARG) e, se vencer, assumirá a primeira posição com nove. Só o líder avança às oitavas. O Palestino (CHI), por sua vez, já eliminado, conquistou o primeiro ponto na competição e ainda segue na última colocação do grupo.



Os primeiros 45 minutos foram basicamente de ataque x defesa. O Atlético-GO dominou as ações na partida e criou as principais chances de gol. Contudo, pecou nas finalizações e não teve sorte quando a bola acabou carimbando a trave ao invés de ir para o fundo da rede.

 
Apesar de um início tímido, o Atlético-GO armou uma verdadeira blitz a partir dos 18 minutos, quando João Paulo tocou para Zé Roberto e o atacante finalizou com o bico da chuteira para a linha de fundo.

Não demorou e aos 22 minutos foi a vez de Marlon Freitas cabecear com perigo e quase marcar. E aos 24 minutos Janderson cobrou falta com categoria e acertou a trave do goleiro Toselli, que ainda saltou para tentar evitar o gol.

No segundo tempo o Atlético-GO seguiu com postura ofensiva e voltou a assustar aos três minutos em chute de Igor Cariús que saiu pela linha de fundo. Só que a estratégia do time foi frustrada com uma infeliz expulsão de William Maranhão, que recebeu dois cartões amarelos em apenas quatro minutos.

 
Com um homem a mais, o time chileno viu a possibilidade de surpreender em Goiânia e saiu um pouco mais para o jogo. O Palestino (CHI) apostou nas bolas aéreas e quase marcou aos 18 minutos, em desvio que acabou passando rente a trave do goleiro Fernando Miguel.

O Palestino também teve Farías expulso aos 30 minutos da etapa final, que fez o Atlético-GO se lançar ao ataque pela vitória. As chances foram sendo criadas, sendo a primeira com Marlon Freitas aos 36 minutos e depois com Janderson aos 38, ambas finalizações com perigo ao gol.

Mas no final acabou prevalecendo a forte defesa chilena, que ainda contou com um pouco de sorte para deixar o gramado com pelo menos um ponto conquistado.

 
O Atlético-GO voltará a campo na quarta-feira (19) para enfrentar o Libertad (PAR) às 19h15, novamente no Antônio Accioly, em Goiânia. Enquanto o Palestino visitará o Newells Old Boys (ARG) na quinta, às 19h15 na Argentina.

 

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!