Aulas da rede municipal em Marechal Rondon retornam no dia 26

As aulas na rede municipal de ensino de Marechal Rondon retornam no dia 26 de julho. Após o período de recesso escolar, os alunos das turmas do infantil 4, 1º, 2º, 3º 4 e 5º ano, deverão retomar as atividades, de forma híbrida ou conforme a capacidade de atendimento de cada estabelecimento.

O secretário de Educação, Fernando Volpato, destaca que é muito importante o retorno das crianças às escolas, pois, com a paralisação das atividades presenciais no ano de 2020 houve uma defasagem muito grande na aprendizagem, o que precisa ser recuperado durante o ano de 2021. O secretário destaca que as aulas no modelo híbrido iniciaram no município em 05 de abril e desde então não paralisaram mais.

 

Covid nas escolas

Sobre o retorno das aulas presenciais nas escolas, o secretário destaca que houve casos de Covid-19 nas instituições, porém, foram tomadas as medidas cabíveis para cada situação, de acordo com as orientações dos órgãos de saúde. Ele enfatizou que as escolas estão preparadas para receber os alunos e funcionários, adequadamente. “As escolas elaboraram um plano de contingência e foram adquiridos diversos materiais e equipamentos para a prevenção contra a Covid-19. A Vigilância Sanitária vistoriou as escolas e orientou os ajustes para que o retorno fosse o mais seguro possível”, destacou.

Desde que as aulas retornaram no modelo híbrido, cerca de 70% dos alunos da rede municipal estão frequentando as escolas do município, sendo que aproximadamente 30% dos alunos estão no modelo 100% remoto.

 

Chamado para o retorno

Com o início do 3º bimestre, o secretário destaca a importância do retorno ao ensino presencial, especialmente pelo avanço da vacina.

“Hoje temos 97% dos professores da rede municipal vacinados com a 1ª dose e agora em agosto muitos receberão a 2ª dose. Os que ainda não se vacinaram o farão nos próximos dias. Os pais e avós dos alunos, também já estão tendo acesso à vacina à medida que há um aumento na disponibilidade de doses e ocorra o avanço da idade. As escolas têm mantido um protocolo seguro de prevenção à doença, assim como, o uso obrigatório de máscara e higienização das mãos é obrigatório. Então faço um apelo para que os pais mandem seus filhos para a escola. É um local seguro e as crianças precisam do contato com o professor para retomar a sua rotina de estudos, especialmente os que estão no ensino totalmente remoto”.

 

Busca ativa

A secretaria Municipal de Educação também está realizando busca ativa de crianças que ainda estão fora da escola. Conforme o secretário, com a pandemia muitos pais não matricularam seus filhos, especialmente porque não iriam mandá-los para a sala de aula, mas este aluno, não matriculado, também não está recebendo nenhum auxílio pedagógico em casa. “Estamos fazendo um levantamento cadastral de todas as crianças do município, cruzando informações com a secretaria de saúde e buscando as crianças que não estão matriculadas em nenhuma instituição do município, seja ela pública ou particular. Estes alunos estão sendo procurados por funcionários da secretaria de educação para que o mais breve possível matriculem seus filhos na escola mais próxima de sua residência para que passe a ter direito a frequentar a instituição presencialmente ou caso os pais desejarem, permanecer no ensino remoto, mas receber o material pedagógico em casa. Todos os alunos acima de 4 anos devem estar matriculados em alguma instituição de ensino, é obrigatório. Os casos em que pais não atenderem ao chamado serão encaminhados ao Conselho Tutelar e ao Ministério Público.”

No momento, a Secretaria de Educação busca alunos de 4 e 5 anos que estão fora da escola e solicita que os pais que ainda não tenham matriculado seus filhos busquem a escola mais próxima de sua casa a partir de segunda-feira e regularize a situação escolar do filho(a).       

 

 

Áudio


Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!