Bebê que sobreviveu a atentado em Saudades volta para casa no Dia das Mães

O bebê que sobreviveu ao atentado em Saudades, no Oeste Catarinense, recebeu alta no domingo (9). "Dia das mães dia mais feliz da minha vida", publicou Adriana, mãe de Henryque Martins, de 1 ano e 8 meses. Ela também comemorou o dia ao lado da filha mais velha, Isabely.

Com ferimentos no rosto, barriga e um pulmão perfurado, Henryque precisou passar por cirurgia. Ele já havia saído da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na tarde de quarta-feira (5). Ao som de um coral, ele recebeu um certificado dizendo: "você é um super-herói".

"Henryque nasceu pela segunda vez. Foi um milagre. Deus o protegeu e me devolveu com vida. Hoje tenho em meus braços o presente que dinheiro nenhum pode pagar. A palavra é gratidão. À Deus e a todos que não mediram esforços para salvá-lo. Agradecer pelas orações as palavras de conforto que Deus abençoe a cada um e console a todas as famílias", publicou Adriana em suas redes sociais.

Uma celebração religiosa foi organizada por familiares do pequeno para comemorar que ele estava de volta em casa. A chegada da família foi registrada e compartilhada, assim como os cânticos feitos pelo grupo.

Missa de sétimo dia das vítimas
Este domingo também foi marcado pela missa de sétimo dia em homenagem às vítimas do crime. A Paróquia Sagrada Família preferiu adiantar a celebração para este feriado de Dia das Mães e transmitiu a solenidade pelas redes sociais.

O altar foi decorado com os nomes das profissionais Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos e Mirla Renner, de 20 anos e dos bebês Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Anna Bela Fernandes de Barros, 1 ano e 8 meses, e Murilo Massing, 1 ano e 9 meses.

As vítimas foram veladas na quarta-feira, um dia após o atentado, em um velório coletivo dentro do ginásio anexo ao Parque de Exposições Theobaldo Hermes, em Saudades.
 


Informações O Município

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!