Fotos: Vanderleia Kochepka

Casas e asfalto no conjunto habitacional social começam ganhar forma em Quatro Pontes

Tão sonhado, o conjunto habitacional social “Residencial Bem Viver” começa a ganhar forma em Quatro Pontes. Quem passa em frente ao local, próximo aos Bairros Itatiaia e Alvorada, já percebe que iniciou à edificação das casas, com a divisão de parte dos lotes e o alicerce das moradias, além da pavimentação asfáltica em algumas ruas.  

A construção das casas é realizada pelo Grupo H3 Empreendimentos Imobiliários, de Paranavaí. As obras consistem na edificação de um loteamento de duas quadras, com o total de 62 lotes, nos quais serão construídas as unidades habitacionais com área de quase 50 metros quadrados, divididas em dois quartos, cozinha, sala, banheiro e área de serviço externa, além da área institucional, que ficará na divisão entre os lotes e o cemitério, para implantação de árvores. 

O prefeito João Laufer, o secretário de Administração, vice-prefeito Tiago Hansel, o secretário de Obras, Urbanismo e Transportes, Luis Carlos Becker, e o engenheiro civil da prefeitura, Jefferson Martiny, estiveram no local nesta quarta-feira (28) conferindo a execução das obras.   

 

Processo

 

Em 2017, a Secretaria de Desenvolvimento Social cadastrou as famílias interessadas e a prefeitura efetivou a compra de uma chácara, com área total de 20.880 mil metros quadrados, investindo R$ 750 mil em recursos próprios. Depois, atendendo ao processo seletivo do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FHIS), houve a atualização de documentos das famílias inscritas no programa habitacional, seguindo com a seleção de quem se enquadraria no Programa Minha Casa Minha Vida, através da parceria entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a Caixa Econômica Federal. 

No final de janeiro deste ano, 31 famílias já assinaram os contratos com a Caixa Econômica Federal. Novas inscrições também foram abertas ao Programa Casa Verde e Amarela (reformulação do Minha Casa Minha Vida), processo que está em andamento, propondo a edificação das 31 unidades remanescentes da primeira convocação.

 

 

 

Fotos



Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!