Com 6 jogadores e técnico, São Paulo domina a seleção do Campeonato Paulista

O Campeonato Paulista terminou no domingo com título do São Paulo. Dono da melhor campanha na primeira fase, a equipe comandada pelo argentino Hernán Crespo superou Ferroviária e Mirassol para chegar à final contra o Palmeiras. Após o empate em 0 a 0 no duelo de ida, no Allianz Parque, a vitória por 2 a 0, no Morumbi, garantiu o título à equipe tricolor. Diante da ótima performance, a seleção do campeonato só poderia ser dominada por jogadores são-paulinos.

 
Nesta segunda-feira, dia seguinte à final, a Federação Paulista de Futebol, usou suas redes sociais para divulgar os nomes dos eleitos. A escolha foi feita por meio dos votos dos treinadores e capitães das 16 equipes que participaram da Série A1 em 2021. Jornalistas do Grupo Globo – dono dos direitos de transmissão do torneio – também votaram nos melhores jogadores da competição. 


 
Confira os nomes eleitos para a seleção do Paulistão 2021: Weverton (Palmeiras); Dani Alves (São Paulo), Miranda (São Paulo), Léo Ortiz (Red Bull Bragantino) e Reinaldo (São Paulo); Luan (São Paulo), Benítez (São Paulo), Claudinho (Red Bull Bragantino); Rony (Palmeiras), Pablo (São Paulo) e Bruno Mezenga (Ferroviária). Hernán Crespo foi escolhido como melhor técnico.

 
O São Paulo emplacou seis nomes entre os melhores jogadores da competição. Dois deles não puderam atuar no jogo decisivo por estarem lesionados: Dani Alves e Benítez, eleito o craque do campeonato. Por outro lado, estiveram em campo Miranda, Reinaldo, Pablo e Luan, que inclusive recebeu elogios do português Abel Ferreira, técnico do rival Palmeiras.

Além dos seis atletas, a equipe tricolor também viu Hernán Crespo ser premiado como melhor treinador e “rei das redes”. Com pouco tempo de trabalho, o argentino incorporou novos elementos, intensificou características positivas do time e conquistou o sonhado título, tirando o São Paulo da fila de mais de oito anos sem erguer qualquer troféu.

 
A equipe do Morumbi também recebeu premiações especiais. Benítez foi eleito o craque da galera. Luciano, pelo gol marcado contra o Corinthians, ganhou o prêmio Lei do Ex, e Tiago Volpi ficou com o troféu de melhor defesa do torneio, por grande defesa praticada na partida de ida da final.

O vice-campeão Palmeiras também foi lembrado na seleção. O goleiro Weverton e o atacante Rony estão entre os eleitos. A equipe alviverde deu prioridade à disputa da Copa Libertadores ao longo da primeira fase e das quartas de final do Estadual. Mais tarde, titulares passaram a ser mais utilizados nos onze iniciais. Weverton, por exemplo, participou de apenas 9 jogos na campanha. Em um deles (contra o São Bento), acabou expulso ainda no primeiro tempo. Este mesmo confronto foi o único em que Rony participou dos 90 minutos na primeira fase. Ele jogou também os minutos finais da partida contra Inter de Limeira e Red Bull Bragantino (pelas quartas). O atacante esteve em campo durante todo o tempo apenas nas finais e na semifinal, totalizando quatro partidas. O zagueiro Renan ficou com o prêmio de revelação do Paulistão.

 
Além do campeão São Paulo e do vice Palmeiras, uma das equipes mais reconhecidas foi o Red Bull Bragantino. A equipe de Maurício Barbieri terminou na primeira posição do Grupo C, mas foi eliminada pelos alviverdes nas quartas de final, após derrota por 1 a 0 em Bragança Paulista. Restando a disputa do Troféu do Interior, o campeão paulista de 1990 acabou derrotado nas semifinais pela Ponte Preta, após cobranças de pênaltis. O zagueiro Léo Ortiz e o meio-campista Claudinho, eleito também craque do interior, representam a equipe na seleção do Paulistão.

Bruno Mezenga foi o artilheiro do torneio, anotando 9 gols. Sua equipe foi eliminada nas quartas de final pelo campeão, mas o atacante não poderia ficar fora da lista de melhores jogadores. Com 32 anos, Mezenga começou no Flamengo e passou boa parte da carreira no exterior, atuando pelo futebol turco, polonês e sérvio. No Brasil, jogou também no São Caetano e no Vila Nova. No goleada da Ferroviária sobre o Botafogo de Ribeirão Preto, Bruno Mezenga anotou um hat-trick, o único do torneio a marcar três gols em uma mesma partida.

O único representante do Corinthians na premiação foi Luan. O atacante teve seu gol no clássico contra o São Paulo eleito o mais bonito do torneio. Luiz Flávio de Oliveira, Daniel Paulo Ziolli e Marcelo Carvalho Van Gasse foram eleitos o melhor trio de arbitragem do Paulistão.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!