Com autoridade, Brasil faz 3 a 0 nos EUA e vence a segunda na Liga das Nações

A seleção brasileira masculina de vôlei assegurou a segunda vitória na Liga das Nações. No sábado (29), pela segunda rodada da fase de classificação, a equipe nacional bateu com autoridade os Estados Unidos por 3 sets a 0 – com parciais de 25/22, 25/23 e 25/19 -, na competição que acontece em um sistema de bolha na cidade de Rimini, na Itália. Com seis pontos e nenhum set perdido, o Brasil salta para a liderança.

 
Na estreia, na sexta-feira, o Brasil já havia vencido a Argentina também por 3 sets a 0 (31/29, 26/24 e 25/16). Neste sábado, o ponteiro cubano naturalizado brasileiro Leal foi o maior pontuador da seleção, com 13 pontos – dois deles no saque. O oposto Alan, que entrou no segundo set, também pontuou bem com o total de 12 acertos. 


 
Foram 40 pontos no ataque do Brasil e 22 em erros dos adversários. Outros seis vieram em aces e mais sete no bloqueio. Os rivais somaram 36 no ataque, nove no bloqueio, quatro no saque e 15 em erros dos brasileiros. Além de Leal e Alan, Lucarelli fez 11 e Isac somou nove, sendo três de bloqueio. Patch marcou 18 para os Estados Unidos, com três bloqueios, e Defalco contribuiu com 10.

 
Após a partida, Leal comemorou a vitória e, principalmente, a boa atuação do grupo. “Uma vitória sobre os Estados Unidos é sempre importante, mas, neste momento, o principal é que o nosso time tenha conseguir um bom desempenho. Sabíamos que seria um adversário difícil, mas conseguimos nos impor e conquistar a vitória”, disse o ponteiro da seleção brasileira.

Depois de Argentina e Estados Unidos, a seleção brasileira terá o Canadá como último adversário neste primeiro bloco de três jogos. Na sequência, serão mais três dias de competição feminina, com a seleção brasileira voltando a atuar depois de duas vitórias e uma derrota nos primeiros duelos. A partida contra os canadenses será neste domingo, às 13 horas (de Brasília).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!