Com boa atuação de Hulk, Atlético-MG vence Tombense no jogo de ida da semifinal

O Atlético-MG derrotou por 3 a 0 o Tombense, no sábado (01), no estádio Independência, em Belo Horizonte, pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Mineiro. Líder da classificação geral na primeira fase, a equipe da capital construiu boa parte do resultado já nos primeiros 20 minutos de jogo, aproveitando um adversário acuado e sem grandes armas para surpreender.

 
Grande destaque da partida, o atacante Hulk parece ter se firmado na equipe, participando dos três gols: deu assistência para o primeiro, sofreu a falta que ocasionou o pênalti no segundo e, de quebra, anotou um golaço para fechar o placar. 


 
O ex-jogador da seleção brasileira, que chegou como estrela no time do técnico Cuca, tomou o lugar do chileno Eduardo Vargas e fez por merecer a chance dada pelo treinador, após polêmica ao ter justificado seu desempenho aquém nos primeiros jogos por falta de sequência.

Após boa pressão no começo do jogo, o Atlético-MG abriu o placar aos 15 minutos. Hulk aproveitou a desordem na defesa do Tombense para achar Hyoran sozinho na área. O meio-campista, com muito espaço, fez jogo de corpo, limpou os adversários e finalizou, marcando o primeiro gol.

 
Apenas alguns minutos depois, o lateral-direito Manoel deu um empurrão em Hulk e, com auxílio do VAR, o árbitro marcou falta na área. O pênalti foi cobrado com sucesso pelo lateral-direito Guga, ampliando para o Atlético-MG.

A única chance mais clara do Tombense no primeiro tempo veio minutos depois do segundo gol, com um chute do atacante Keké que pegou no travessão.

No segundo tempo, o técnico Rafael Guanaes, que fez a sua estreia neste sábado à frente do Tombense, fez duas mudanças no intervalo para tentar mudar o rumo da partida, mas sem surtir muito efeito nos 45 minutos restantes.

Aos 16 minutos da etapa final, Hulk fez aquilo que lhe consagrou no futebol internacional e o que o fez chegar à seleção brasileira, quando jogava pelo Zenit St.Petersburg, da Rússia. O atacante relembrou os melhores tempos de sua carreira ao acertar um lindo chute de fora da área, forte e certeiro, sem chances para o goleiro Felipe Garcia.

 
A reação do Tombense poderia ter vindo com a expulsão do goleiro atleticano Everson, após cometer pênalti ao ser driblado. Keké foi para a cobrança, mas o substituto Matheus Mendes, goleiro da base do Atlético-MG, conseguiu a defesa tanto no primeiro chute quanto no rebote do artilheiro do Campeonato Mineiro, que perdeu a chance de fazer o sétimo gol no torneio.

Depois disso, a pressão do Tombense foi grande com um jogador a mais. Mas a estrela de Matheus Mendes brilhou desde a sua entrada repentina. A bola parou no goleiro, pelo menos, em mais três chances de perigo do adversário, que tentava descontar.

 
O Atlético-MG conseguiu segurar a pressão e, assim, garantiu a larga vantagem para o segundo confronto, que está marcado para o próximo sábado, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!