Com golaços, Internacional massacra Olimpia e alcança sua maior goleada na Libertadores

A torcida do Internacional foi presenteada com uma atuação de gala na quarta-feira (05). Na reestreia de Taison, que retornou com a camisa 10 e a faixa de capitão, o time gaúcho atropelou o Olimpia, do Paraguai. Em noite mágica no Beira-Rio, de golaços e um futebol muito bem jogado diante de um rival combalido, a inspirada equipe colorada aplicou 6 a 1, sua maior goleada na história da Libertadores.

 
Thiago Galhardo balançou as redes duas vezes e comandou o massacre colorado em Porto Alegre. Victor Cuesta marcou de cabeça, Edenílson fez de pênalti, Yuri Alberto só completou para as redes e o jovem Caio anotou uma pintura de bicicleta para sacramentar a goleada. Os paraguaios descontaram com Derlis González convertendo penalidade no final. 


 
O resultado deixou o Inter na liderança do Grupo B, com seis pontos e um largo saldo de gols – são dez gols marcados em três jogos e três sofridos. Para se manter na ponta da chave de forma isolada, a equipe colorada seca o Always Ready, da Bolívia, que enfrenta o Deportivo Táchira nesta quinta. O Olímpia têm três pontos e é o terceiro colocado.

 
O Inter dominou o Olímpia desde o começo e foi soberano na partida. No primeiro tempo, teve, é verdade, dificuldade para encontrar espaços, mas conseguiu abrir o placar com Victor Cuesta, de cabeça, após escanteio de Rodinei, e a partir daí ficou confortável no confronto.

No segundo tempo, os comandados de Miguel Angel Ramírez voltaram inspirados, fizeram o jogo ficar fácil e transformaram o placar em goleada, sem ter piedade de um rival que deu muitos espaços e mostrou muita fragilidade, especialmente no sistema defensivo.

O segundo gol saiu aos oito minutos, dos pés de Edenílson cobrando pênalti assinalado pelo árbitro após toque no braço de Benítez. O terceiro e o quarto foram marcados por Thiago Galhardo. O atacante fez o primeiro dele aos 18, aproveitando o rebote do goleiro após defesa de chute de Marcos Guilherme, e o segundo aos 25, com um lindo toque de cobertura.

 
Galhardo deixou o campo em grande estilo após anotar uma pintura e deu lugar para Yuri Alberto, autor do quinto tento. O atacante recebeu de Marcos Guilherme e só teve o trabalho de empurrar para as redes aos 31. Três minutos depois, o jovem Caio, que entrara na vaga do ídolo Taison, fez um golaço de bicicleta para dar ainda mais brilho à impiedosa goleada.

A penalidade cometida por Dourado e convertida por Derlis González, ex-Santos, no final do jogo, não foi sequer capaz de manchar a exibição de gala do time colorado. Se tivesse torcida no Beira-Rio, certamente os jogadores sairiam aplaudidos de campo.

O próximo compromisso do Inter é o jogo de volta das semifinais do Campeonato Gaúcho, sábado, às 19 horas, contra o Juventude, no Beira-Rio. Na ida, o time colorado perdeu por 1 a 0. Na Libertadores, o próximo adversário será o Deportivo Táchira, terça-feira, às 19h15, na Venezuela.

 
FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 6 x 1 OLIMPIA

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Rodinei (Saravia), Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson (Nonato), Maurício (Praxedes); Marcos Guilherme, Taison (Caio) e Thiago Galhardo (Yuri Alberto). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

OLIMPIA – Oliveira; Benítez (Otálvaro), Alcaraz, Polenta e Iván Torres; Ojeda, Ortiz, Rodrigo Rojas (Roque Santa Cruz), Ramón Sosa (Derlis González) e Alejandro Silva (Camacho); Recalde. Técnico: Sergio Ortemán.

GOLS – Victor Cuesta, aos 28 minutos do primeiro tempo. Edenílson, aos seis, Thiago Galhardo, aos 18 e aos 25, Yuri Alberto, aos 31, e Caio, aos 34

ÁRBITRO – Facundo Tello Figueroa (Argentina)

CARTÕES AMARELOS – Edenílson, Polenta, Alejandro Silva, Derlis González

PÚBLICO E RENDA – Jogo sem torcida.

LOCAL – Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

com informação Agência Estado

Todo o conteúdo do site Marechal News não pode ser reproduzido sem autorização prévia. A reprodução total ou parcial, poderá sofrer sanções sob pena de lei nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998. Portanto, os conteúdos das páginas deste site, não podem ser copiadas, reproduzidas, transferidas, publicadas ou distribuidas, no todo ou em parte, por qualquer meio ou modo, sem a prévia autorização. Seja um parceiro, envie um e-mail solicitando o uso do nosso conteúdo de texto, imagem ou vídeo. Obrigado!